Feliz com terceiro pódio em 2013, Kanaan critica Rahal por disputa em Iowa: "Ele lutou um pouco demais"

Brasileiro da KV travou intenso embate com Rahal, um dos destaques da prova, e reclamou da conduta do piloto da RLL, mas preferiu não criar maiores polêmicas: "Foi um duelo difícil, ele é um bom piloto. Por isso, foi uma boa batalha", afirmou logo após a corrida

 
Tony Kanaan, definitivamente, voltou a viver seus melhores dias em 2013. Graças ao crescimento da KV e à sua sempre consistente pilotagem, o brasileiro, que venceu a edição deste ano das 500 Milhas de Indianápolis, chegou neste domingo (23), em Iowa, ao seu terceiro pódio na atual temporada.
 
Agora quinto colocado no campeonato, com 253 pontos, o baiano, que se mantém firme na luta pelo título, apostou em estratégia ousada para conseguir superar vários carros nas últimas voltas – a ultrapassagem sobre Graham Rahal, que lhe valeu o top-3, veio apenas na penúltima volta.
Tony Kanaan celebra pódio em Iowa: brasileiro foi terceiro colocado (Foto: Chris Jones/IndyCar)
Kanaan celebrou o resultado e explicou a mudança de planos que o permitiu enfileirar ultrapassagens na parte final do GP. "Sim, foi uma corrida interessante. Acho que no início, tivemos algum problema com a temperatura do carro, então no primeiro pit-stop, perdemos um pouco de tempo a mais", disse.
 
"Na última amarela, estávamos apenas na 11ª posição e só havia uns três carros atrás de mim na mesma volta. Eu disse: Por que não parar e colocar pneus novos? Com o tipo de pista e a pressão aerodinâmica que temos, ter os melhores pneus sempre ajuda. Isso nos ajudou no final da corrida", explicou.
 
Em seguida, TK falou sobre seu intenso duelo com Rahal na disputa pelo terceiro lugar. O piloto da Rahal Letterman Lanigan teve grande atuação e caminhava para um grande resultado no oval de Newton, mas perdeu rendimento nos giros finais e acabou em quinto.
 
"Foi intenso. Obviamente, ele não teve um grande ano, então lutava por um lugar no pódio. E ele lutou um pouco demais, na minha opinião, mas tomei a posição, e acho que assim é uma corrida", falou. "Não é que ele não me deu espaço, às vezes não, mas conseguimos ultrapassá-lo. Então foi um duelo difícil. Ele é um bom piloto. Por isso, foi uma boa batalha."
 
Para encerrar, Kanaan brincou com seu patrocinador em Iowa e celebrou o resultado final: "Estou animado. É engraçado, todas as vezes em que tivemos a Sunoco no carro deste ano, eu terminei no pódio, então vamos convencê-los que eles devem estar no carro em todas as corridas!", brincou, relembrando também o pódio no Texas. "Mas foi uma grande prova para nós", completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube