Indy

Foyt firma parceria com Belardi e coloca Davison no terceiro carro para 500 Milhas de Indianápolis

James Davison vai disputar mais uma edição da Indy 500. O australiano foi confirmado no terceiro carro da Foyt e, assim, ampliou para 35 o número de inscritos na corrida
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 James Davison (Foto: IndyCar)

O grid da edição 2018 das 500 Milhas de Indianápolis não para de aumentar. Nesta sexta-feira (13), a Foyt anunciou uma parceria com a Jonathan Byrd, a Hollinger e a equipe Belardi - da Indy Lights - para colocar o terceiro carro da equipe na pista. Assim, James Davison foi o escolhido para ser o colega dos brasileiros Tony Kanaan e Matheus Leist.
 
Com a confirmação de Davison, a Indy 500 chega aos impressionantes 35 pilotos confirmados, ou seja, neste momento, o bump day eliminaria dois carros para formar o grid com 33 pilotos no último domingo de maio.
James Davison vai para mais uma Indy 500 (Foto: IndyCar)

Davison já está virando uma figura carimbada na Indy 500. O australiano de 31 anos vai partir para sua quarta tentativa de vencer a prova, tendo o 16º lugar com a KV em 2014 como melhor resultado. Em 2018, vinha com um foguete herdado de Sébastien Bourdais - que se machucou gravemente na classificação -, mas bateu e ficou em 20º.
 
"Estou muito honrado por poder guiar pela lendária Foyt. Vai ser minha primeira vez disputando as duas semanas completas do evento, minhas expectativas estão bem altas e não vejo a hora de chegar a corrida", disse o piloto australiano.
 
A Belardi, que será uma das parcerias da Foyt na empreitada de maio, é figura tradicional da Indy Lights. Em 2018, o time vem liderando o campeonato com Santiago Urrutia, que anotou 55 pontos na rodada dupla de abertura em St. Pete. 

”O IMPORTANTE NÃO É SÓ LEVAR DINHEIRO”

SETTE CÂMARA TRAÇA F1 COMO META E MIRA CARREIRA SÓLIDA