GP às 10: Sato faz história em auge tardio e prova que nem todos são Hamilton

A vitória de Takuma Sato na Indy 500 prova de que o auge dos pilotos nem sempre vem cedo como nos casos de Lewis Hamilton, Max Verstappen e Charles Leclerc

Takuma Sato se tornou duas vezes vencedor das 500 Milhas de Indianápolis no último domingo, e ele virou tema do GP às 10 desta terça-feira (25). O jornalista Gabriel Carvalho comentou que o japonês, aos 43 anos de idade, é uma prova de quem nem todos os pilotos chegam preparados para a Fórmula 1, e sempre necessitam de um processo de maturação, mesmo que venha tarde.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar