Castroneves reconhece frustração com 2022, mas mantém fé por 5º anel na Indy 500

Helio Castroneves busca a quinta vitória nas 500 Milhas de Indianápolis. Com início de temporada complicado, brasileiro vê potencial na Meyer Shank em busca de feito inédito

FÓRMULA INDY: HERTA DÁ SHOW NA PISTA MOLHADA E GANHA CONFIANÇA ANTES DA INDY 500

Atual vencedor das 500 Milhas de Indianápolis, Helio Castroneves tenta um feito inédito na edição de 2022. Se triunfar no próximo dia 29, se isolará como o maior vencedor da história da prova, deixando A.J. Foyt, Al Unser Sr. e Rick Mears para trás. Mas a missão não será das mais fáceis largando em 27º.

Após a vitória em 2021, Helio conseguiu fechar com a Meyer Shank para disputar a temporada completa em 2022, algo que não acontecia desde 2017, ainda nos tempos de Penske, que o remanejou para disputar o IMSA a partir de 2018 e cortou o cronograma na Indy. Em entrevista exclusiva ao GRANDE PRÊMIO, Castroneves falou sobre a readaptação ao calendário. Atualmente, é o 18º na classificação com 71 pontos.

“Um começo de temporada completamente normal para quando se está fora por 3 ou 4 anos. Eu já vi grandes campeões voltando e não obtendo resultados expressivos de anteriormente. Depois de uma temporada sólida, especialmente quando se começa com uma equipe que está crescendo. É desta maneira que vejo”, comentou o brasileiro.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Helio Castroneves teve problemas na classificação da Indy 500 (Foto: IndyCar)

Dono de 54 poles na carreira (4 delas em Indianápolis), Castroneves tem sofrido com a classificação na Indy, Das cinco provas disputadas até aqui, a única em que largou no top-10 foi no Texas, onde acabou abandonando ao ser atingido por Devlin DeFrancesco em um acidente.

“Encontrar o ‘sweet spot’ deste acerto está sendo mais difícil do que eu esperava, especialmente quando o acerto vem sendo desenvolvido com fundamentos diferentes de uma equipe que trabalhei por 20 anos. Estou a cada prova testando vários cenários para que possamos melhorar. Tivemos uma conversa, eu e Simon, exatamente sobre isso. É frustrante, mas temos de ter paciência”, detalhou.

A trajetória de Helio em 2022 na busca pelo quinto anel de Indianápolis começou com susto, com acidente nos testes coletivos em abril. O brasileiro valorizou o trabalho de sequência da Meyer Shank e boa recuperação.

“Vamos começar similar como terminamos ano passado, com algumas modificações e improvisar, obviamente evoluir o que já tínhamos”, citou. “Foi inesperado com a superfície nova que a pista colocou no warm-up lane, mas a equipe já recuperou e melhorou o que tínhamos para o mês de maio”, completou.

A 106ª edição das 500 Milhas de Indianápolis está marcada para acontecer no dia 29 de maio.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar