Honda e Chevrolet assinam renovação de contrato para fornecer motores da Indy pelos próximos anos

Atuais fornecedoras de motores da Indy, Chevrolet e Honda assinaram uma extensão de seus contratos para continuar na categoria pelos próximos anos. Segundo as fábricas, o objetivo é atrais mais manufatureiras para aumentar ainda mais a disputa dentro do campeonato

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
A Indy já está garantindo o futuro dos motores de sua categoria. Neste domingo (12), foi anunciado que tanto a Chevrolet como a Honda assinaram acordos para fornecer os propulsores nos próximos anos.
 

Em janeiro, a Firestone e a Dallara também já haviam fechado a extensão de seus contratos de parceria com o tradicional campeonato norte-americano. Com isso, as quatro principais fabricantes continuarão atreladas a categoria.
 
Ao falar sobre o acordo com os fornecedores de motores, Jay Frye não escondeu a satisfação com o crescimento da Indy. “Esse é um momento único na história recente da Indy. Ter todos nossos principais fabricantes associados conosco para o futuro aponta para o fato de que todos eles compraram a visão da categoria”, explicou.
Will Power (Foto: Indycar)
“É mais um sinal da fase positiva que continuamos a construir à medida que desenvolvemos esse esporte na próxima década. O fato de tanto a Honda quanto a Chevrolet estarem encorajando a Indy a trazer outras manufatureiras mostra que estamos na mesma página”, continuou.
 
Mark Kent, da Chevrolet, afirmou que a renovação do contrato foi para atrair mais adversárias para a categoria. “Quando trabalhamos em um plano de muitos anos, muito é sobre tentar trazer outras manufatureiras para a categoria. É ótimo brigar contra a Honda, mas seria muito bom também disputar contra outros competidores do mercado”, explicou.
 
Art St. Cyr, da Honda, seguiu a mesma linha de pensamento. “Concordo. Mesmo que tenhamos sido fornecedores únicos na Indy por seis anos, estávamos ativamente trabalhando para ter mais competição, pois queremos brigar com outros fornecedores na pista”, comentou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube