Imbatível, Power conquista pole-position da etapa de Sonoma. Castroneves larga em quarto

Primeiro colocado em todos os treinos livres, Will Power, líder do campeonato, vai largar na pole-position em Sonoma neste domingo (26). Vice-líder, Ryan Hunter-Reay vai sair apenas na sétima colocação

Sempre andando na primeira colocação nos dois treinos livres, Will Power confirmou o favoritismo e vai largar na pole-position da etapa de Sonoma neste domingo. O piloto superou Ryan Briscoe no Fast Six, fase decisiva do treino classificatório realizado neste sábado (25). Com o tempo de um 1min17s270, o australiano foi 0s168 mais rápido que seu companheiro de Penske.

Piloto da Dragon e mostrando bom rendimento com o motor Honda, Sebastian Bourdais vai largar na terceira colocação. Hélio Castroneves manteve a regularidade e ficou com a quarta colocação, com Scott Dixon e Dario Franchitti completando os dez melhores.

Rubens Barrichello avançou à segunda fase do classificatório, mas foi apenas 12º e ficou de fora. Como Justin Wilson foi punido por trocar o motor, o brasileiro vai largar na 11ª colocação. Tony Kanaan foi eliminado ainda na primeira fase e será apenas o 16º.

A etapa de Sonoma, a antepenúltima da temporada, será neste domingo, às 17h30 (horário de Brasília).

Confira como foi o treino classificatório em Sonoma

Grupo 1

Com 14min30s de duração, o grupo 1, formada por Ryan Briscoe, Dario Franchitti, Sebastien Bourdais, Graham Rahal, Sebastian Saavedra, Justin Wilson, JR Hildebrand, Hélio Castroneves, Josef Newgarden, James Hinchcliffe, EJ Viso, Simons de Silvestro e Katherine Legge. Como previsto, os primeiros três minutos não tiveram grandes movimentações na pista.

Com mais da metade da sessão em andamento, Hinchcliffe foi o primeiro a sair da zona dos pits para ir à pista. E ele foi o primeiro a marcar tempo, com 1min19s090. Dos 13 pilotos do grupo 1, apenas Simona de Silvestro não havia saído junto com os outros para tentar sua volta rápida.

Will Power vem dominando todas as atividades em Sonoma (Foto: IndyCar/LAT USA)

Claro que não demorou para que os pilotos melhores colocassem seu ritmo na pista e Briscoe pulou para primeiro, com 1min17s551. Franchitti foi na cola do piloto da Penske e foi para segunda colocação, e levou com ele Castroneves. Faltando menos de dois minutos para o fim, a sessão começou a ganhar forma.

Apenas Wilson conseguiu melhorar seu tempo nos momentos finais e saiu de sétimo para quinto. Briscoe, Franchitti, Castroneves, Bourdais e Hinchcliffe foram os pilotos que avançaram à segunda fase do treino classificatório para a etapa de Sonoma.

Grupo 2

Com Will Power, Simon Pagenaud, Rubens Barrichello, Scott Dixon, Marco Andretti, Oriol Servià, Tony Kanaan, James Jakes, Alex Tagliani, Ryan Hunter-Reay, Mike Conway, Takuma Sato, Charlie Kimball e Ed Carpenter, a segunda metade da primeira parte do treino começou minutos depois do final do grupo 1. E assim como foi na primeira vez, nenhum piloto entrou logo no início da sessão, que demorou a ter alguma movimentação.

Jakes e Conway foram os primeiros a ir à pista pelo grupo 2 faltando pouco mais de oito minutos para o final. E o piloto da AJ Foyt marcou 1min26s245, mas, claro, rapidamente foi superado pela Dale Coyne de Jakes. Mais pilotos assumiram a primeira colocação no equilibrado grupo 2, como Kanaan, que marcou 1min18s947 com pouco mais de três minutos para o final.

O treino ficou uma loucura nos segundos finais. Tudo começou Pagenaud desbancando o brasileiro da KV Racing, mas não ficou muito tempo na primeira posição e logo Hunter-Reay assumiu a primeira posição, porém Power acabou com a alegria do vice-líder do campeonato. Depois foi a vez de Barrichello perder a segunda colocação para Tagliani.

Certo de que o tempo de 1min17s780 seria suficiente para ir à próxima fase, Power se quer participou do minuto final de atividade e recolheu sua Penske aos boxes. Hunter-Reay, Pagenaud, Tagliani, Dixon e Barrichello avançaram à segunda parte do treino. Kanaan ficou apenas na nona colocação e vai largar apenas na 18ª colocação.

Grupo 3

Composto pelos 12 melhores pilotos, os seis melhores de cada grupo, todos concorrentes pelas seis vagas na fase final do treino classificatório deixaram os boxes nos seis minutos finais, o que deixou a atividade bem emocionante e cheia de alternativas.

Dixon começou marcando 1min18s158, seguido por Franchitti, 0s824 mais lento. Não demorou e Castroneves tirou o rival da primeira colocação, mas o piloto da Ganassi se recuperou e voltou ao posto principal. A Penske estava querendo mostrar que o final de semana de Power estava ótimo e o piloto rapidamente deixou os concorrentes atrás ao marcar 1min17s5831.

Castroneves vai largar na quarta colocação da etapa de Sonoma (Foto: IndyCar/ LAT USA)

Também mostrando que estava bem em Sonoma, Bourdais pulou para segundo quase no mesmo instante que Briscoe tirou Power da primeira colocação já nos segundos finais.

No fim, Briscoe, Power, Bourdais, Wilson, Castroneves e Franchitti foram os seis melhores, e conseguiram a classificação ao Fast Six, fase do treino em que se define e pole-position. Brigando pelo título, Hunter-Reay vai largar apenas na sétima colocação, enquanto Barrichello ficou em 12º.

Fast Six

Castroneves, Franchitti e Bourdais foram os primeiros a entrar na pista para a disputa da fase final do treino. E o brasileiro começou a disputa pela primeira colocação cravando 1min18s881, mas ele, logo depois, foi superado por Bourdais, que foi 0s144 mais rápido.

Em sua primeira volta, Power cravou 1min17s270 e ficou muito perto de conquistar a pole-position. Bem perto do tempo do australiano estava Briscoe, apenas 0s163 atrás do líder do campeonato. O piloto da Penske melhorou ainda mais sua volta, cravou 1min17s270 e conquistou a pole-position da etapa de Sonoma.

Indy, GP de Sonoma, Treino Classificatório, Final:

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube