Indy coloca Power e Bourdais em “liberdade vigiada” até fim de 2013 por confusão em Detroit

Além de Will Power e Sébastien Bourdais, Sebastián Saavedra e a equipe RLL também foram punidos e receberam multas da organização da categoria

Protagonistas do big-one que envolveu dez carros na segunda corrida da rodada dupla de Detroit da Indy, disputada no último domingo (2), Will Power e Sébastien Bourdais foram colocados em “liberdade vigiada” pela categoria norte-americana até o fim de 2013.

Em uma das relargadas da prova, Bourdais tocou na traseira do carro do australiano, que rodou. A maioria dos pilotos que vinha atrás não conseguiu desviar e a confusão foi generalizada.

Foi com Sébastien Bourdais que toda a confusão começou (Foto: Chris Jones/IndyCar)

Só que as sanções aplicadas à dupla não se foram por causa do incidente na pista, mas, sim, pelos desdobramentos. Ambos foram indiciados por conduta imprópria: Power, por jogar as luvas no carro do francês; Bourdais, por comentários que direcionou a um comissário nos boxes.

Sebastián Saavedra foi outro indiciado pela mesma coisa. Na corrida de sábado, o colombiano fez gestos com as mãos contra Marco Andretti. Ao contrário do duo franco-australiano, porém, ele foi multado em pouco mais de R$ 60 mil, quantia essa que poderá ser deduzida por meio de aparições públicas em nome da Indy.

A RLL também foi penalizada. O time foi multado em pouco mais de R$ 20 mil por irregularidades técnicas encontradas no carro do inglês James Jakes após a classificação para a primeira corrida. O ângulo e a altura da asa traseira não obedeciam ao regulamento técnico da categoria.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube