Button desiste de correr na Indy e foca em possível ida a Le Mans em 2023

Jenson Button, campeão mundial de 2009 da Fórmula 1, descartou possibilidade de correr na Indy por conta da difícil adaptação e da falta de testes na categoria, e afirmou que disputar as 24 Horas de Le Mans em 2023 é seu novo objetivo na carreira

Romain Grosjean divulgou um onboard em Sebring (Vídeo: Romain Grosjean)

Aos 41 anos, Jenson Button, que atualmente compete em sua própria equipe no Extreme E, busca novos horizontes para o futuro de sua carreira. Porém, segundo o britânico, o sonho de correr nos Estados Unidos, onde reside atualmente, não se concretizará. Os próximos anos da sua trajetória nas pistas vão passar bem longe da Indy, que, após ser cogitada por Button, foi completamente descartada em razão da difícil adaptabilidade.

Campeão mundial de Fórmula 1 em 2009, o britânico chegou a ventilar uma possível ida à Indy para a disputa de provas de rua e em circuitos mistos, mas rejeitou completamente a possibilidade e mostrou que seu foco está na busca por uma vaga nas 24 Horas de Le Mans de 2023, quando serão introduzidos os novos hipercarros na prova.

“Sim, eu estava pensando na possibilidade [de correr na Indy], mas apenas começar a correr lá é complicado, pois não existem testes. Eu não quero iniciar algo e fazer um trabalho ruim. É completamente diferente da Fórmula 1, os carros são bem pesados sem direção hidráulica e eu tenho visto alguns pilotos ex-F1 indo para lá e tendo dificuldades no começo”, afirmou Button à revista norte-americana Racer.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Que deselegante! Piquet solta ‘Globolixo’ e Band repreende

JENSON BUTTON; WILLIAMS; F1;
A Indy não é mais um objetivo para Jenson Button (Foto: The Sun/Divulgação)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Ainda sobre a Indy, o britânico lembrou de Romain Grosejan, que deixou a Haas e a Fórmula 1 para competir em circuitos mistos e de rua pela Dale Coyne em 2021.

“Depois de cinco ou seis corridas, tenho certeza que o Grosejan se adaptará, mas vai levar um tempo e eu não quero ter de disputar algumas corridas para me acostumar. É uma pena, mas não acho que isso vá acontecer”, afirmou o britânico.

Button, que se mostra animado com a confirmação de que Ferrari, Audi e Porsche se unirão a Toyota, a Peugeot e a Glickenhaus em 2023, com a introdução do regulamento dos hipercarros, nas 24 Horas de Le Mans, sinalizou que disputar a prova é seu novo objetivo na carreira.

“Meu sonho é correr na Le Mans de 2023. Acho que será melhor do que nunca, provavelmente. Eu lembro de falar de Le Mans há dez anos, sobre o quão era especial”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube