Johnson fecha parceria com Ganassi e depende de patrocínio para correr na Indy em 2021

Heptacampeão da Nascar, Jimmie Johnson fechou parceria que depende de patrocinador para correr as próximas duas temporadas da Indy pela Chip Ganassi Racing

Heptacampeão da Nascar, Jimmie Johnson vai encarar novos rumos na carreira em 2021. O piloto anunciou, nesta quarta-feira (9), que fechou uma parceria com a Ganassi para correr as etapas em mistos e circuitos de rua das próximas duas temporadas da Indy. Porém, o vínculo depende da entrada de patrocínios para que a equipe coloque o quarto carro na pista.

O vínculo de Johnson com a equipe também deixa portas abertas para a Nascar, já que a Ganassi alinha apenas dois carros na categoria de turismo. O piloto esteve com a Hendrick Motorsport desde 2001, mas anunciou que deixaria de competir de forma integral a partir de 2021.

“[Chip] Ganassi estava muito motivado em me dar uma chance de pilotar o carro para ver o que eu achava da experiência, se era o que esperava. Eu deixei uma boa impressão, existiu o interessado do lado deles, agora é formalizar e deixar a bola rolar”, declarou o piloto de 44 anos à Associated Press.

Jimmie Johnson testou pela Ganassi em julho (Foto: Indycar)

Jimmie participou de um teste pela Ganassi em julho no misto de Indianápolis. Ele chegou a ser vinculado em uma atividade com a McLaren SP em março, em Barber, mas a participação foi cancelada por conta da pandemia de Covid-19.

Arranjar patrocinadores é crucial para a participação de Johnson na Indy. Curiosamente, em toda a carreira pela Nascar, só duas marcas estamparam o carro #48 no principal espaço, a Lowe’s, entre 2001 e 2018, e a Ally nas últimas duas temporadas.

Jimmie falou sobre a preferência por ter uma única marca como patrocinadora-máster. O piloto também mencionou 12 corridas na próxima temporada, que era o número de mistos e circuitos de rua esperados antes da pandemia afetar o calendário.

Jimmie Johnson competiu na Nascar entre 2001 e 2020 (Foto: Jared C. Tilton/Getty Images/AFP

“Temos algumas opções interessadas para o patrocínio-máster nas 12 corridas, mas também existe o cenário onde você pode dividir em blocos de três ou quatro corridas em áreas mais importantes para eles. Nosso objetivo é vender o espaço principal para alguém e ter uma pintura consistente como tive em toda a minha carreira. Particularmente, adoraria ter isso”, completou.

A Ganassi tem Felix Rosenqvist, Marcus Ericsson e o pentacampeão Scott Dixon como pilotos. Inclusive, o neozelandês cultivou uma relação de amizade com Johnson nos últimos anos, fundamental para a decisão do heptacampeão da Nascar.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube