Newgarden lidera TL2 com 20 carros no mesmo segundo em St. Pete. Grosjean é 9º

Josef Newgarden manteve o controle das ações em St. Pete e garantiu a liderança também do TL2, seguido por Alexander Rossi e Jack Harvey. Romain Grosjean foi nono e 20 carros andaram no mesmo segundo

Josef Newgarden está no comando das ações no início do fim de semana da Indy em St. Pete. Neste sábado (24), o americano da Penske repetiu o feito do TL1 e liderou o TL2, virando 1min00s062, colocando 0s113 de vantagem para cima de Alexander Rossi, da Andretti.

O grande destaque do segundo treino livre foi o fato de que 20 carros andaram no mesmo segundo, mostrando o equilíbrio que espera a Indy na classificação e na corrida. E isso se refletiu nas equipes em destaque, afinal, Jack Harvey foi terceiro com a Meyer Shank.

O quarto lugar foi de mais uma Andretti, a de Colton Herta, enquanto que Marcus Ericsson colocou a Ganassi em quinto. Duas Penske surgiram na sequência, com Simon Pagenaud e Scott McLaughlin.

Scott Dixon foi oitavo, em uma sessão daquelas clássicas dele, próximo do líder, mas sem maiores destaques. Romain Grosjean melhorou em relação ao TL1 e entrou no top-10, em nono. Pato O’Ward e Álex Palou, destaques da primeira prova do ano, apareceram na sequência.

A definição do grid de largada da Indy acontece a partir das 14h45 (em Brasília).

Josef Newgarden comandou o TL2 (Foto: IndyCar)

Confira como foi o TL2 da Indy em St. Pete

Assim como já havia acontecido no primeiro treino livre, a Indy sofreu com problemas na cronometragem de seu site. Assim, os tempos só puderam ser acompanhados pelo aplicativo oficial da categoria em boa parte da sessão.

Falando de pista, não demorou muito para que o traçado nas ruas de St. Pete ficasse tomado de carros, com Josef Newgarden tentando tirar o tempo perdido da estreia e já baixando de 1min02s.

Assim como em Barber, Romain Grosjean parecia disposto a aprontar e assumia momentaneamente a dianteira, logo sendo superado pelos carros rosas: primeiro, Jack Harvey, que superou a barreira de 1min01s. Na sequência, Alexander Rossi, virando 1min00s628.

Jack Harvey andou forte no TL2 (Foto: IndyCar)

Voltavam a chamar a atenção Dalton Kellett e Jimmie Johnson. Mas, é claro, por motivos ruins. Ambos tomavam pequenas punições e, claro, andavam consideravelmente atrás do restante do pelotão.

Chegava a segunda metade do TL2 e, com ela, Scott Dixon. O neozelandês ia progressivamente subindo no pelotão, até parar no segundo lugar, apenas 0s02 atrás de Rossi. Outros que melhoravam e pisavam no top-5 eram Pato O’Ward e Newgarden.

Pato, logo no giro seguinte, foi além e meteu a McLaren na ponta no traiçoeiro circuito urbano da Flórida. O mexicano virou 1min00516, com o companheiro Felix Rosenqvist pegando carona e se colocando em terceiro, na frente de Dixon e Newgarden.

Marcus Ericsson foi o mais rápido da Ganassi (Foto: IndyCar)

Com 15 minutos para o fim, 21 carros andavam no mesmo segundo, inclusive Kellett. De fora vinham apenas Ed Jones, Max Chilton e Johnson, que tomava 2s4 do líder O’Ward.

Os 10 minutos finais chegaram e, com eles, as tradicionais mudanças de última hora na tabela de tempos. Álex Palou bateu Pato no detalhe, mas ficou pouquíssimo tempo na frente, com Colton Herta atropelando todo mundo com 1min00s222.

GUIA INDY 2021
+ Grid cheio, Penske e Ganassi em expansão: as equipes e pilotos da Indy
+ Enzo Fittipaldi troca Europa por Estados Unidos e mira título na Pro 2000
+ Porto mira estabilidade e luta “de igual para igual” por título da USF2000

+ Grosjean é cereja no bolo do intercâmbio recente de Fórmula 1 com Indy
+ Novatos ‘fakes’, Johnson e McLaughlin encaram realidades distintas
+ “Mais completo do que nunca”, Castroneves mira pódios com Meyer Shank

Enquanto Herta tirava uma lasca do muro, indo sempre no limite, mais tempos desabavam. Scott McLaughlin, O’Ward e Newgarden melhoravam suas marcas, mas não a ponto de encararem Colton. O único que conseguiu foi Rossi, cravando 1min00s175.

Tentando repetir o TL1, lá vinha Newgarden, com 3 minutinhos para o fim, estabelecendo 1min00s062 como novo melhor tempo. A seguir apareciam Rosi, Harvey, Herta e Marcus Ericsson. Dixon e Grosjean ao menos conseguiam voltar ao top-10 até ali, enquanto Rosenqvist travava tudo e rodava fora do traçado.

Indy 2021, GP de St. Pete, TL2:

1J NEWGARDENPenske Chevrolet1:00.062 23
2A ROSSIAndretti Honda1:00.175+0.11323
3J HARVEYMeyer Shank Honda1:00.219+0.15721
4C HERTAAndretti Honda1:00.222+0.16026
5M ERICSSONGanassi Honda1:00.222+0.16027
6S PAGENAUDPenske Chevrolet1:00.274+0.21228
7S McLAUGHLINPenske Chevrolet1:00.300+0.23828
8S DIXONGanassi Honda1:00.326+0.26429
9R GROSJEANDale Coyne Honda1:00.420+0.35824
10P O’WARDMcLaren Chevrolet1:00.480+0.41825
11A PALOUGanassi Honda1:00.508+0.44629
12F ROSENQVISTMcLaren Chevrolet1:00.629+0.56721
13W POWERPenske Chevrolet1:00.649+0.58724
14C DALYCarpenter Chevrolet1:00.700+0.63825
15J HINCHCLIFFEAndretti Honda1:00.702+0.64021
16S BOURDAISFoyt Chevrolet1:00.707+0.64527
17R VEEKAYCarpenter Chevrolet1:00.710+0.64827
18R HUNTER-REAYAndretti Honda1:00.716+0.65425
19G RAHALRLL Honda1:00.730+0.66828
20T SATORLL Honda1:00.891+0.82930
21D KELLETTFoyt Chevrolet1:01.277+1.21519
22E JONESDale Coyne Honda1:01.672+1.61024
23M CHILTONCarlin Chevrolet1:01.716+1.65423
24J JOHNSONGanassi Honda1:02.360+2.29826

GUIA INDY 2021
+ Dixon e Newgarden chegam favoritos em duelo que pode marcar geração
+ Pós-pandemia, Indy mantém regulamento e atrasa nova geração de carros
Pietro Fittipaldi retorna à Indy depois de três anos e consolidação é objetivo
+ Ganassi muda tudo, mas ainda precisa apostar fichas em Dixon na Indy

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar