Juncos revela dificuldades financeiras e participação nas 500 Milhas de Indianápolis ainda é incerta

Após competir a temporada completa da Indy em 2018, Ricardo Juncos falou sobre dificuldades financeiras do time, que estreia no campeonato em Austin. Provas como Indy 500, Toronto e Laguna Seca devem ter um carro da equipe na pista apenas

Após competir na temporada 2018 com um carro dividido entre René Binder, Kyle Kaiser e Alfonso Celis Jr., a Juncos faz a primeira corrida na Indy em 2019 no GP de Austin, com Kaiser, que larga na 21ª posição. A equipe tinha planos de colocar dois carros no grid em 2019, mas os problemas financeiros prejudicaram o ambicioso projeto.
 
Em entrevista ao site inglês 'Motorsport.com', o chefe Ricardo Juncos comentou sobre as dificuldades financeiras que atravessa, e não garantiu a presença sequer de um carro em outras provas, apesar de mostrar a intenção de competir nas 500 Milhas de Indianápolis.
Kyle Kaiser (Foto: IndyCar)

"Agora, depende mais do que podemos adicionar com os patrocínios que temos. Acho que vamos fazer a Indy 500, mas não é 100% ainda", contou Juncos. "Seria com um carro, bem, talvez com dois. Mas acho que com um seria melhor, porque tem muitas coisas acontecendo com o time", completou.

Atualmente, a equipe tem dois carros na Pro 2000 e dois na Indy Lights. Segundo Juncos, existem chances de a equipe aparecer também nas provas de Toronto e Laguna Seca, e o acordo de transmissão pela internet na América do Sul pode ajudar com a entrada de dinheiro para o time argentino.

 
"Depois de Indianápolis, acredito que Toronto e Laguna Seca são corridas que podemos fazer, em termos de patrocínio. Teremos que trabalhar pra conseguir algo maior que isso, veremos." declarou.
 
"Podemos focar muito nos patrocínios agora que a Indy será transmitida na América do Sul pelo site, mas agora precisamos ter os comentários em espanhol", adicionou. "Tudo isso pode nos ajudar a encontrar empresas do meu país natal [Argentina]", finalizou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar