Kanaan admite dificuldades durante treinos livres e diz que “há muito trabalho para fazer”

O brasileiro não foi bem nas primeiras atividades no Alabama e não conseguiu ficar entre os dez melhores em nenhuma das duas atividades

Diferente do viso em São Petersburgo, palco da abertura da temporada, Tony Kanaan não teve um desempenho próximo de duas semanas atrás nesta sexta-feira (5). Fora do top-10 nas duas sessões, 14º na primeira e 16º na segunda, o brasileiro admitiu que a pista dificultou o trabalho da KV no início das atividades em Barber.

Kanaan não foi bem nos primeiros treinos livres no Alabama (Foto: Chris Jones/IndyCar)

 
“A pista dificultou o nosso trabalho, diferente do teste que fizemos há um mês, e isso dificultou nosso trabalho durante essas duas sessões”, disse Kanaan, que tem a suíça Simona de Silvestro como companheira de equipe.
 
O brasileiro confirmou que alterou o acerto do carro entre as atividades, mas admitiu que ainda precisa fazer muita coisa para deixar o carro em condições satisfatórias para o terceiro treino livre e o classificatório, todos marcados para este sábado (6).
 
“Nós fizemos algumas mudanças no carro e esse foi nosso caminho na segunda sessão, mas ainda há muito trabalho para fazer amanhã, antes do treino classificatório”, confirmou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube