Indy

Kanaan fala em GP de Long Beach “muito, muito frustrante” e vê lesões como “menor dos meus problemas”

Tony Kanaan ficou bem frustrado com o 19º lugar no GP de Long Beach e garantiu que o resultado não teve a ver com as lesões sofridas na classificação. O brasileiro afirmou que a Foyt precisa descobrir o que está acontecendo

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Tony Kanaan teve uma pancada forte na classificação para o GP de Long Beach da Indy, mas, apesar de sofrer com dores no joelho e nas costas, não vê a batida como fator determinante para o 19º lugar na corrida. O veterano lamentou a falta de ritmo que a Foyt novamente apresentou e deixou clara a frustração com os resultados.
 
De acordo com Tony, os problemas físicos causados pela batida não afetaram em nada o desempenho complicado da Foyt na prova, sem o ritmo dos ponteiros desde a largada, apesar de ter feito bons treinos livres.
 
"Estou OK fisicamente, mas me sinto mal porque não tivemos como brigar. Nós temos de descobrir alguma coisa. É muito, muito frustrante", disse.
Tony Kanaan teve um GP de Long Beach bem duro (Foto: Stephen King/Indycar)
Sem esconder a decepção com o ritmo do carro nas ruas californianas, Kanaan voltou a garantir que não teve limitações para guiar.
 
"Foi tudo certo com minha condição física. Certamente, minhas lesões foram os menores dos meus problemas", completou.
 
Ainda atrás do primeiro top-10 no ano, Kanaan ocupa a 19ª colocação após quatro etapas com 56 pontos anotados. 
 


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo 

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.