Indy

Keane derrota Rasmussen no fim e vence primeira na USF2000 em Toronto. Tomaselli é 11ª

Darren Keane desencantou na USF2000. Na melhor fase da carreira, o americano finalmente venceu sua primeira na categoria. Líder do campeonato, Braden Eves foi quarto, enquanto Bruna Tomaselli fechou na 11ª posição e Dudu Barrichello foi 15º

Grande Prêmio / GABRIEL CURTY, de São Paulo
A primeira vitória de Darren Keane na USF2000 demorou bastante, mas saiu. Neste sábado (13), o piloto da poderosa Cape desencantou após quase três anos de categoria e em belo estilo. Após uma boa briga com Christian Rasmussen, Keane levou a melhor nas ruas de Toronto.

O pódio teve também Hunter McElrea, que certamente vai lamentar o fato de não ter terminado, pelo menos, na frente do dinamarquês. O neozelandês foi melhor que Braden Eves, líder do campeonato, mas não tirou tantos pontos assim, com o compatriota fechando em quarto.

Zach Holden fez grande corrida de recuperação e escalou o pelotão até chegar em quinto. O top-10 ainda teve Colin Kaminsky, Manuel Sulaimán, Matt Round-Garrido, Jack William Miller e Christian Bogle. Os brasileiros não viveram um dia tão inspirado. Bruna Tomaselli foi a 11ª colocada e Dudu Barrichello completou em 15º.
Darren Keane venceu em Toronto (Foto: USF2000)
Saiba como foi a corrida 1 da USF2000 em Toronto
 
A largada da USF2000 não foi das mais turbulentas do ano, mas Reece Gold despencou no pelotão. Os brasileiros também não saíram bem, com Bruna Tomaselli recuando para o nono lugar e Dudu Barrichello virando 12º.
 
Na pole, Christian Rasmussen parecia bem seguro e ia abrindo frente para Darren Keane e Hunter McElrea. Apesar de Toronto ser uma pista apertada, as ocorrências não estavam tão graves, mas várias disputas acabavam fazendo pilotos perderem bem mais que uma posição.
 
No começo da prova, Braden Eves voltava a chamar atenção. O líder do campeonato saiu de sexto para quarto com facilidade e ia escoltando os três primeiros colocados. Colin Kaminsky vinha atrás, enquanto Bruna e Dudu seguiam caindo mais um pouco e apareciam em 13º e 15º, respectivamente.
Christian Rasmussen foi segundo (Foto: USF2000)
Enquanto Bruna deixava Jak Crawford para trás e ensaiava uma reação, os líderes se mantinham na mesma ordem, apenas com Zach Holden forçando o ritmo e já aparecendo em sétimo após largar de 12º.
 
Só que a calmaria que se viu no grupo da frente nas primeiras voltas não se repetiu nos cinco giros finais. O ritmo de Rasmussen despencou e o dinamarquês também foi cometendo pequenos errinhos até ser, em poucos segundos, superado por Keane e McElrea.
 
Quando Rasmussen tentava o troco, Cameron Shields fez questão de lembrar a todos que a prova era em uma pista de rua e foi parar na barreira de pneus na curva 8, provocando uma rápida bandeira amarela.
 
A ação recomeçou e Holden entrou no top-5 ao passar Kaminsky e, ali na frente, Rasmussen conseguiu responder ao menos McElrea, levando a melhor contra o neozelandês no duelo pelo segundo lugar. Primeira vitória de Keane na USF2000.

Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.