Leist cita aprendizado em primeira corrida completa, mas lamenta problemas em Phoenix: “Tinha carro para top-7”

Matheus Leist vinha no meio do pelotão quando viu sua corrida ser arruinada nos boxes. Sem uma roda, o gaúcho perdeu nove voltas e qualquer chance de um bom resultado, mas completou a prova e valorizou o aprendizado, por mais que a posição final seja frustrante

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Matheus Leist ainda não teve uma corrida tranquila na Indy. Após uma estreia que tinha cara de pódio e terminou em abandono com problemas no carro em St. Pete, o gaúcho teve bem mais dificuldade em seu primeiro oval, em Phoenix. Largando do fundo do grid, Leist tentava uma prova de recuperação, mas um pit-stop todo atrapalhado da Foyt jogou um possível bom resultado fora. Matheus foi devolvido para a pista com uma roda solta e perdeu uma série de voltas para os líderes.

 
O caçula do grid começou vendo o copo meio cheio, valorizando o fato de ao menos ter chegado ao fim da corrida e de ter, assim, conquistado quilometragem para as próximas provas.
 
"Meu primeiro oval, minha primeira corrida completa, então eu aprendi bastante coisa. Consegui muitas ultrapassagens, isso foi bom, já que nem todo mundo estava conseguindo isso", disse. 
Matheus Leist ainda busca a primeira corrida livre de problemas na Indy (Foto: Indy)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Ainda que tenha ficado bem em relação ao cansaço, Leist admitiu um pouco de frustração com o resultado por ter um bom carro em suas mãos.

 
"Senti-me fisicamente bem no carro, não estou nada cansado. Mas hoje não foi nosso dia, não foi meu dia, mas quero agradecer o time. Acho que tinha um carro para fechar no top-7. Vamos para Long Beach agora", explicou.
 
Leist ainda busca uma corrida limpa em sua temporada de novato na Indy com a Foyt. O companheiro de Tony Kanaan está em 21º na classificação geral.

CEDO DEMAIS?

ALONSO ENTRA NO ‘MODO EMPOLGOU’ ANTES DO TEMPO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube