Indy

Leist diz que estava “no lugar errado na hora errada” em acidente em St. Pete: “Não vi o carro de Jones”

Matheus Leist teve sua corrida em São Petersburgo, na abertura da temporada 2019 da Indy, interrompida com 27 voltas - quando acertou o carro de Ed Jones, que havia acabado de bater no muro, e perdeu a roda esquerda dianteira. O brasileiro, então, tentou explicar o ocorrido

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Matheus Leist não teve uma boa estreia na temporada 2019 da Indy: logo na volta 27, de um total de 110, abandonou a corrida que acabaria vencida por Josef Newgarden.

Em tal momento da prova em São Petersburgo, o brasileiro encontrou a traseira de Ed Jones: o carro da Carpenter havia acabado de acertar o muro em saída de curva - alguns pilotos conseguiram o desvio, mas Leist não pôde evitar o contato de sua roda esquerda dianteira com o rival.

Após a corrida, o piloto da Foyt tentou explicar o ocorrido: “Vinha bem junto do carro a minha frente e não vi o carro do Ed Jones e, quando fui desviar, a traseira do carro acabou encostando no pneu dele e colocou fim para minha corrida. Infelizmente, estava no lugar errado na hora errada."

"É uma pena porque adoro a pista de St Pete, a gente tinha feito o quinto tempo no warm up e tinha um carro para fazer uma boa prova”, continuou Leist.


Seu companheiro de Foyt, Tony Kanaan, terminou em 15°. Para Leist, isso também ajuda a mostrar que seu carro tinha condição de um resultado melhor.
 
“Fizemos bons treinos nesta pista na pré-temporada e em algumas sessões aqui em St Pete vimos que o carro da AJ Foyt conseguiu uma evolução em relação ao nosso desempenho no final do ano passado. Vamos focar nesta segunda etapa para trazer um bom resultado”, completou.