Na Garagem: Clark abre mão do GP de Mônaco e vence 500 Milhas de Indianápolis

Liderando 190 de 200 voltas, Jim Clark levou as 500 Milhas de Indianápolis de 1965 - no mesmo ano em que foi campeão do mundo na Fórmula 1. Ou seja: ganhou o título sem nem precisar passar por Mônaco

A situação parece surreal na atualidade, até fantasiosa se contada sem grandes explicações: mas, sim, Jim Clark foi campeão mundial de Fórmula 1, em 1965, já no dia 1° de agosto, tamanho o domínio. E isso mesmo não disputando um dos sete GPs realizados até então.  

Mas onde estava o escocês enquanto seus adversários na F1 disputavam a tradicional corrida nas ruas de Mônaco? Bem longe dali, mas numa prova tão especial quanto. E vencendo.  

Jim Clark durante as 500 Milhas de Indianápolis de 1965 (Foto: Huckabee)

Clark, naquele 31 de maio de 1965, exatos 55 anos atrás, optou por disputar as 500 Milhas de Indianápolis. Porque não precisava vencer Mônaco para ser campeão na F1 e, assim, se tornou o único a vencer o Mundial e a mais famosa prova americana no mesmo ano.

Ele não buscava a sonhada Tríplice Coroa da atualidade ou nada do gênero: simplesmente gostava de correr e se provar o melhor em tudo que é categoria. E assim viajou para os EUA para liderar 190 das 200 voltas em Indy.

Com sua Lotus 38 — de motor Ford, e na parte traseira, o primeiro a vencer assim —, não saiu na pole, ficando atrás de AJ Foyt, mas já terminou o primeiro giro na ponta. No seguinte, ficou atrás do rival, mas no terceiro já retomou a liderança, começando a abrir distância.

Jim Clark durante as 500 Milhas de Indianápolis de 1965

Apenas na volta 65 perdeu a posição, quando fez pit-stop. Nada que tenha demorado ou causado desespero: 10 voltas depois, lá estava o escocês liderando.

Com o abandono de Foyt após 115 voltas, Clark foi até o final tranquilamente na ponta, sem grande concorrência. Desde 1916 que americanos venciam a prova – ou seja, além das conquistas na pista, ainda quebrou tabu histórico.

Vitorioso em Indy, voltaria à F1 para ganhar em sequência em Spa, na França, Grã-Bretanha, Holanda e Alemanha, para já em 1° de agosto marcar 1965 para a história.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube