Indy

Newgarden sofre acidente, decola como Castroneves em Indianápolis e deixa Indy em estado de alerta

Josef Newgarden foi mais um a decolar durante os testes para as 500 Milhas de Indianápolis. Nesta quinta, o piloto da CFH perder o controle na curva 3, bateu com força e alçou voo
Warm Up / GABRIEL CURTY, de São Paulo
 Newgarden fica de cabeça para baixo depois de acidente em Indianápolis (Foto: AP)

Tudo caminhava bem na quinta-feira (14) de testes em Indianápolis quando Josef Newgarden sofreu outro acidente bastante assustador nesta semana de atividades. Após Helio Castroneves ter decolado e capotado e Pippa Mann ter batido com força no muro de entrada dos boxes nesta quarta, nesta quinta foi a vez do jovem americano da CFH se chocar no muro na curva 1 já na hora final do treinamento.
 
Newgarden bateu na saída da 1, chocou-se violentamente contra o muro, a traseira levantou e fez o carro decolar e virar de ponta-cabeça, arrastando-se até a faixa de rolagem e quase na entrada da curva 2.
Newgarden decola em acidente em Indianápolis (Foto: AP)
O carro de Newgarden ficou destruído, com a lateral totalmente amassada. Contudo, o piloto conseguiu sair caminhando de seu bólido. JR Hildebrand e Ed Carpenter, seus companheiros de equipe, o acompanharam até o centro médico.

De acordo com a categoria, o piloto norte-americano foi rapidamente examinado e já foi liberado.

Após ser liberado do centro médico, Newgarden mostrou-se um pouco assustado com a batida no final do treino.
 
“Eu ainda não sei o que pensar. Não caiu a ficha. Estávamos saindo para uma série de voltas e de repente teve aquela pancada espetacular. Eu acho que não temos nenhuma grande preocupação no carro, mas não tenho certeza, preciso conversar direito com o time”, disse.
 
O americano fechou dizendo que machucou a mão, mas que, no geral, estava bem.
 
“Eu fiquei muito impressionado com a batida. Foi uma tremenda pancada. Eu machuquei minha mão, devo ter tido alguma contusão, mas, de resto, posso dizer que estou bem. O pessoal trabalha duro para fazer com que os carros sejam seguros e eu me sinto seguro. Nós sempre queremos mais, mas sinto que a segurança está bem boa”, completou.
 
A segunda decolagem seguida começa a preocupar todo mundo da Indy em relação à segurança, sobretudo quem usa os carros da Chevrolet — que são os casos do próprio Newgarden, da CFH, e de Castroneves, da Penske. Hoje, a Indy havia solicitado que as equipes parceiras da montadora retirassem a lâmina divisória que atravessa o cockpit do piloto. Nota-se, pois, que a tendência a levantar voo não é provocada pela pequena peça aerodinâmica.
Newgarden fica de cabeça para baixo depois de acidente em Indianápolis (Foto: AP)