O’Ward fecha com McLaren e forma dupla de 2020 com Hinchcliffe

Pato O'Ward vai ser o companheiro de James Hinchcliffe em 2020. O GRANDE PRÊMIO soube que a McLaren já definiu sua escalação para o novo projeto na Indy

O grid da temporada 2020 da Indy segue sendo formado e mais uma dupla está fechada. Após ser desligado do programa de jovens pilotos da Red Bull, Pato O'Ward fechou com a McLaren e será o companheiro de James Hinchcliffe na McLaren, soube o GRANDE PRÊMIO.
 
Aos 20 anos, o mexicano ganha uma chance de ouro de recolocar a carreira nos trilhos. Pato vive uma verdadeira montanha-russa desde sempre. Com problemas financeiros no início de sua promissora trajetória no Road to Indy, O'Ward reapareceu na Indy Lights de 2018 e impressionou ao conquistar o título em uma classe bem forte.
 
O resultado foi um convite para guiar a Harding na prova final em Sonoma e veio um impressionante nono lugar. Aí, numa daquelas voltas que sua carreira teve, tinha tudo certo com o time para ser parceiro de Colton Herta em 2019 e, do nada, estava lá escalado pela Carlin, em mais um episódio de falta de recursos.
Patrício O'Ward vai para a McLaren em 2020 (Foto: Indycar)

O carro era um dos piores do grid, e Pato precisou mostrar talento no braço para conseguir se colocar entre os primeiros. E fez bastante, especialmente nas classificações e nas ultrapassagens que realizava. Não de graça, foi parar no programa de desenvolvimento da Red Bull, um dos mais prestigiados do mundo.

 
Só que tal movimento foi mais um ponto de virada para alguém que, com 20 anos, já havia passado por quase todo. Os resultados na Indy pioraram consideravelmente, e o mexicano foi deixando a categoria aos poucos, até se despedir de vez em Road America. O destino foi a sempre dura Super Formula, no Japão. 
 
No Oriente, três corridas feitas e nenhum resultado relevante, um sexto lugar como melhor desempenho e fim de vínculo com a marca de energéticos antes mesmo do fim do campeonato. Se meses atrás parecia que Pato iria parar na F1 com a Red Bull sofrendo com Pierre Gasly, meses depois o francês se acertou na Toro Rosso e o time principal achou em Alexander Albon o que estava procurando. O'Ward, por outro lado, precisou repensar o futuro.
 
Mas a baixa não durou muito, com uma grande oportunidade batendo na porta. Para 2020, a volta ao automobilismo americano, onde sempre foi muito bem. Com uma McLaren que promete ser ao menos a quarta força do grid, Pato vai formar uma dupla bem forte com Hinchcliffe, que segue no time que era Schmidt Peterson mesmo com o ensaio sensual que desagradou seus patrocinadores.
Paddockast #38
CORRIDAS POLÊMICAS DA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube