15º, Fittipaldi explica estratégia diferente no Texas: “É oval, precisamos arriscar”

Após quase três anos fora da Indy, Pietro Fittipaldi ficou feliz com o 15º lugar conquistado no oval do Texas. Brasileiro também explicou estratégia diferente utilizada

Bourdais foi tocado por Newgarden e bateu no Texas (Vídeo: Indycar)

Após mais de dois anos e oito meses afastados da categoria, Pietro Fittipaldi competiu em uma prova da Indy. O brasileiro assumiu o cockpit do #51 da Dale Coyne e fechou o GP do Texas 1 na 15ª colocação. Substituindo Romain Grosjean nos ovais, o piloto perdeu uma posição em relação ao grid de largada, já que a classificação foi cancelada ele partiu em 14º por conta dos pontos conquistados pelo companheiro de equipe nas corridas anteriores.

Fittipaldi chegou a ter dificuldades nas voltas iniciais, perdendo posições, mas foi um dos beneficiados pela bandeira amarela causada por Sébastien Bourdais e se recuperou na corrida. O piloto elogiou a Dale Coyne pelo bom trabalho na noite de sábado no Texas.

“Estou super feliz com minha primeira corrida de volta na Indy no Texas nesta noite. Completamos todas as voltas e ganhei muita experiência. Faltava um pouco de confiança no treino mais cedo. Os engenheiros e o time fizeram uma mudança no carro e estava muito melhor na corrida, eles fizeram um trabalho fantástico. Estávamos perto do top-10 e o Dale fez uma boa chamada de estratégia”, comentou o piloto.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Como está o top-10 da Indy após o GP de St. Pete?

Pietro Fittipaldi no oval do Texas (Foto: Indycar)

O brasileiro teve uma estratégia de alongar o segundo stint na pista. Em determinado momento da corrida, chegou a ocupar o segundo lugar antes de realizar mais uma parada. Apesar do sentimento de que poderia ter feito mais, Pietro ficou satisfeito com o top-15.

“Arriscamos no segundo pit-stop e tentamos andar muito porque o desgaste de pneu era baixo. No fim, não funcionou e perdemos algumas posições, então quem sabe onde chegaríamos se tivéssemos acertados. É oval, então precisamos arriscar. Fechamos em 15º. Sinto que tínhamos mais para entregar com o carro, mas aprendi muito e estou super feliz com o trabalho que fizemos hoje”, completou.

A Indy retorna neste domingo (2) com o GP do Texas 2, com largada marcada para a partir das 18h (de Brasília). Scott Dixon entra na prova como líder do campeonato.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube