Indy

Power bate Newgarden e puxa 1-2 da Penske no grid de largada de St. Pete. Dixon larga em 4º

A Penske cresceu na hora certa e garantiu a primeira fila do GP de São Petersburgo. Com o cronômetro zerado, Will Power superou Josef Newgarden e vai puxar a fila na corrida de domingo. A Ganassi fez a segunda fila e a Andretti ficou com a terceira. Tony Kanaan larga em 21º e Matheus Leist sai de 22º
Grande Prêmio / GABRIEL CURTY, de São Paulo
A primeira classificação da Indy em 2019 trouxe o conhecido trio-de-ferro nas três primeiras filas. Neste sábado (9), a Penske cresceu no momento decisivo e fez 1-2 com Will Power batendo Josef Newgarden com o cronômetro zerado e fazendo a pole com 1min00s459. Ganassi e Andretti se posicionaram nas duas filas seguintes do grid.

Para quem esperava que os times médios fossem aparecer, a definição do grid mostrou um cenário pouco animador. Tirando Colton Herta, que estaria no Fast Six não fosse uma punição, nenhum outro piloto conseguiu passar perto da briga das gigantes. Felix Rosenqvist bateu Scott Dixon e parte de terceiro, em uma sessão em que as duas Ganassi foram beneficiadas por punições alheias: Dixon na primeira fase e Rosenqvist na segunda.

A dupla que colocou a Andretti na terceira fila foi a esperada. Com Marco Andretti e Zach Veach no fim do pelotão, Ryan Hunter-Reay e Alexander Rossi saem de quinto e sexto, respectivamente.

Jack Harvey teve uma tremenda performance e parte de sétimo, na frente do também surpreendente Charlie Kimball. James Hinchcliffe e Graham Rahal largam na quinta fila, na frente de Herta e Ben Hanley, que foi lanterna de todos os treinos livres e passou por conta de uma primeira fase para lá de conturbada.

Os brasileiros não tiveram uma boa classificação. Tony Kanaan vai partir de 21º após sequer ter conseguido completar uma volta rápida, já que seu grupo praticamente só teve bandeira vermelha. Enquanto isso, Matheus Leist sai de 22º, com a Foyt reclamando que o gaúcho teve a volta rápida atrapalhada por uma rodada de Dixon.
Will Power´é pole (Foto: IndyCar)
 Confira como foi a definição do grid em St. Pete

O primeiro grupo da fase inicial da classificação foi para a pista às 16h30 (em Brasília). Nele estavam: Josef Newgarden, James Hinchcliffe, Felix Rosenqvist, Tony Kanaan, Sébastien Bourdais, Santino Ferrucci, Ed Jones, Simon Pagenaud, Charlie Kimball, Alexander Rossi, Ben Hanley e Alexander Rossi.

Kimball era quem puxava a fila abrindo os trabalhos, mas ainda com uma volta lenta acima de 1min02s. Hinchcliffe, Rossi, Rosenqvist e Hanley acompanhavam o americano da Carlin.
 
Refletindo o que já havia acontecido nos treinos livres, a sessão começou logo conturbada e com bandeira vermelha. O causador foi Andretti, que parou na entrada do pit-lane e, por consequência, já foi eliminado da disputa.
 
A bandeira verde voltou a ser acionada com pouco menos de quatro minutos para o fim do grupo e não durou nada. Isso porque Ferrucci bateu seu carro e, além de ser eliminado, comeu o tempo restante de todo mundo.
 
O resultado disso foi que a para lá de mediana volta de Kimball serviu para liderar a sessão. Na realidade, praticamente todos que anotaram tempos passaram de fase: Kimball, Hinch, Rossi, Rosenqvist, a zebraça Hanley - que havia sido lanterna dos três treinos livres - e Newgarden.
 
Pagenaud e Jones foram eliminados pela única volta e Kanaan e Bourdais sequer fizeram um giro rápido. Andretti e Ferrucci, que causaram as vermelhas, fecharam a lista dos eliminados.
Marco Andretti causou uma das bandeiras vermelhas do Grupo 1 (Foto: IndyCar)
Dixon é salvo por punição de Sato

O grupo 2 foi para a pista às 16h47 e o objetivo dos 12 pilotos era claro: sair para o traçado a tempo de dar alguma volta antes dos problemas aparecerem. Assim, a pista ficou repleta e as marcas foram sendo registradas de uma vez. O grupo tinha: Matheus Leist, Marcus Ericsson, Scott Dixon, Will Power, Graham Rahal, Spencer Pigot, Zach Veach, Ryan Hunter-Reay, Takuma Sato, Max Chilton, Jack Harvey e Colton Herta.
 
Como acontece em sessões sem bandeiras vermelhas, as marcas foram caindo em efeito dominó, uma após a outra, conforme os pilotos iam abrindo suas terceiras voltas. Power foi o primeiro a impressionar, cravando 1min00s785. Hunter-Reay e Sato vinham apertando logo atrás, mas foi Herta quem tirou o australiano da ponta com 1min00s736, mostrando força da Harding.
 
O grupo correu praticamente sem problemas, tirando uma rodada de Dixon, mas o pentacampeão ajeitou com classe e se manteve na disputa a ponto de entrar, por momentos, no G6. Enquanto isso, Hunter-Reay voava em 1min00s155 para ficar sossegado na dianteira.
 
Herta, Rahal, Power, Sato e um surpreendente Harvey também conseguiram se meter no grupo, jogando Dixon e Ericsson para fora. O sueco ainda fechou em décimo, atrás também de Veach e Pigot. Leist e Chilton fecharam a turma e largarão nas duas últimas filas.

Minutos mais tarde, Sato acabou sendo punido com a perda da melhor volta por obstruir um rival e o resultado foi a queda para o décimo posto. Resultado? Dixon na segunda fase e vivo atrás da pole.
Scott Dixon quase caiu na primeira fase (Foto: IndyCar)
Andretti, Ganassi e Penske dominam vagas no Fast Six
 
A segunda fase demorou um pouco para começar por causa da punição de Sato. Nela estavam as duas Ganassi, duas Penske, duas Andretti, a Carlin de Kimball, a Harding de Herta, a Schmidt Peterson de Hinch, a RLL de Rahal, a Meyer Shank de Harvey e a DragonSpeed de Hanley.
 
Os tempos começaram bem elevados e o primeiro a baixar de 1min01s foi Herta, mostrando que seria possível repetir o grande resultado que teve na pré-temporada em Austin. Alvo de polêmica na primeira fase, Dixon superou o americano e virou 1min00s5.
 
As duas marcas já seriam suficientes para que os dois avançassem, mas Herta ainda conseguiu girar em 1min00s3, o que representou a terceira colocação. Depois de ficarem bem discretos na primeira fase conturbada, Newgarden e Power deram o bote e foram para a dianteira com 1min00s2 e 1min00s3, respectivamente. 
 
Hunter-Reay e Rossi também avançaram e, de última hora, já depois do cronômetro zerar, tiveram a companhia de Rosenqvist. Isso porque Herta fou punido por bloquear um rival e caiu para 11º, na frente apenas de Hanley. Harvey, Kimball, Hinch e Rahal também foram eliminados. O Fast Six virava um confronto de duplas de Andretti, Ganassi e Penske.
Colton Herta incomodou as gigantes (Foto: IndyCar)
Fast Six vê disputa interna da Penske
 
A decisão da pole chegou e os pilotos tiveram uma cautela muito maior que nos grupos anteriores. Newgarden e Rosenqvist foram os primeiros na pista para o confronto entre as três gigantes do grid e o americano andou melhor que o sueco. No entanto, deixou margem para os rivais.
 
Dixon também girou e não fez grandes coisas. No fim, seria justamente na volta final - e a única de Rossi, aliás - que sairia a pole. Alexander não conseguiu encaixar bem, assim como o companheiro de Andretti Hunter-Reay, que dominou os treinos livres.
 
Rosenqvist superou Dixon por 0s1, mas nada que pudesse assustar a Penske. Newgarden cravou um giro mais rápido e só não foi pole porque, com o cronômetro zerado, Power o superou: 1min00s459.

Indy, GP de São Petersburgo, Grid de largada

1 W POWER Penske Chevrolet 1:00.459  
2 J NEWGARDEN Penske Chevrolet 1:00.557 +0.098
3 F ROSENQVIST Ganassi Honda 1:00.688 +0.229
4 S DIXON Ganassi Honda 1:00.854 +0.395
5 R HUNTER-REAY Andretti Honda 1:01.078 +0.619
6 A ROSSI Andretti Honda 1:01.774 +1.315
7 J HARVEY Meyer Shank Honda 1:00.953 +0.494
8 C KIMBALL Carlin Chevrolet 1:01.015 +0.556
9 J HINCHCLIFFE SPM Honda 1:01.019 +0.560
10 G RAHAL RLL Honda 1:01.094 +0.635
11 C HERTA Harding Honda 1:01.418 +0.959
12 B HANLEY DragonSpeed Chevrolet 1:02.370 +1.911
13 S PAGENAUD Penske Chevrolet 1:04.630 +4.171
14 Z VEACH Andretti Honda 1:00.906 +0.447
15 E JONES Carpenter Chevrolet 1:06.142 +5.683
16 S PIGOT Carpenter Chevrolet 1:00.950 +0.491
17 M ANDRETTI Abdretti Honda    
18 M ERICSSON SPM Honda 1:01.135 +0.676
19 S BOURDAIS Dale Coyne Honda    
20 T SATO RLL Honda 1:01.151 +0.692
21 T KANAAN Foyt Chevrolet    
22 M LEIST Foyt Chevrolet 1:01.158 +0.699
23 S FERRUCCI Dale Coyne Honda    
24 M CHILTON Carlin Chevrolet 1:01.379 +0.920