Power se entusiasma com pole e admite que classificação foi "a mais difícil do ano até aqui"

Will Power não escondeu a alegria com a pole-position em Mid-Ohio neste sábado (4), mas reconheceu que o treino classificatório foi o mais difícil do ano

Dono da pole em Mid-Ohio neste sábado (4), Will Power admitiu que a classificação de hoje foi a mais difícil da temporada. O australiano não conseguiu impor o habitual domínio em circuitos mistos desta vez e só surgiu realmente forte na parte final, quando cravou 1min06s647 e ficou com a posição de honra do grid. A terceira do campeonato de 2012. 

Power, que atualmente ocupa a terceira posição na classificação de pontos, se disse cansado após a sessão e declarou que os pneus mais velhos foram os responsáveis pelo bom desempenho na fase final do treino decisivo desta tarde. "Estou muito cansado, tremendo, até. Esta pista provoca um desgaste físico enorme", falou o piloto da Penske.

Power larga na pole neste domingo em Mid-Ohio (Foto: INDYCAR/USA)

"Realmente acho que o carro ficou melhor com pneus usados, pois havia mais aderência e maior downforce. Este circuito é muito divertido, de fato. Incrível mesmo. Mas a sessão de hoje foi a mais difícil que já vivi neste ano. Eu apenas fiquei tentando melhorar e melhorar o tempo inteiro. Na última volta, coloquei tudo de mim. Nós precisávamos dessa pole", explicou Will.

"Se queremos mesmo vencer esse campeonato, é importante largar o mais à frente possível e permanecer lá", finalizou Power, que tem em Helio Castroneves, companheiro de Penske, e em Ryan Hunter-Reay, líder da temporada, os seus principais rivais na luta pelo título deste ano.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube