Indy

Preocupada após capotamento de Castroneves, Indy manda Chevrolet tirar longa lâmina de bicos dos carros

O acidente de Helio Castroneves na quarta-feira de testes da Indy para as 500 Milhas de Indianápolis fez com que a categoria tomasse uma atitude. Após análise, a Indy entendeu que uma lâmina nos bicos dos carros da Chevrolet pode ter sido uma das responsáveis pela decolagem do brasileiro
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Helio Castroneves sofre impressionante acidente durante treinos para as 500 milhas de Indianápolis (Foto: AP)
As atividades desta quinta-feira (14) começaram com uma novidade importante nos carros da Chevrolet. Após o asusstador acidente de Helio Castroneves nesta quinta-feira com direito a decolagem e capotamento, a Indy achou por bem que os carros que possuem os kits aerodinâmicos fornecidos pela Chevrolet tirassem uma longa lâmina que praticamente dividia os bicos do carro.
 
Para a categoria, após a realização de análises e estudos, a peça pode ter tido importante colaboração para fazer o carro voar da forma que voou. 
 
Um dos proprietários da equipe DRR que tem Townsend Bell como piloto nas 500 Milhas, Dennis Reinbold comentou ao site inglês ‘Motorsport.com’ que teve a impressão que a lâmina era, sim, responsável por fazer o carro decolar.
Helio Castroneves sofreu um acidente impressionante e fez com que a Indy tomasse providências (Foto: AP)
A DRR é uma das equipes que utilizam os kits aerodinâmicos da Chevrolet. Além dela e da Penske de Castroneves, Ganassi, CFH, KV e a Jonathan Byrd também recebem o mesmo material.
 
Marcada pelo incrível acidente de Castroneves e também pela colisão de Pippa Mann no muro de entrada dos boxes, a sessão de testes da quarta-feira em Indianápolis teve a Andretti de Carlos Muñoz no primeiro posto.