Prévia: com série invicta em Mid-Ohio, Ganassi aposta últimas fichas pelo título

Buscando reduzir a grande vantagem de Juan Pablo Montoya, especialmente com Scott Dixon, a Ganassi aposta na série de seis corridas seguidas em Mid-Ohio com vitória para seguir viva na luta pelo título. A Penske, de Montoya, tenta a segunda vitória desde a unificação da Indy na pista

Neste domingo (2), a Indy parte para a antepenúltima prova da temporada 2015. Uma das duas provas em mistos restantes, Mid-Ohio é um dos palcos mais tradicionais da categoria e, em sua história recente, conta com uma impressionante série invicta da Ganassi.
 
Se em Iowa quem manda é a Andretti, em Mid-Ohio é a Ganassi quem tem a soberania. Nos oito anos de provas na Indy unificada, o time de Chip Ganassi venceu sete, incluindo as últimas seis.
 
E é nesse histórico que a Ganassi aposta para tentar manter-se viva na luta pelo título da temporada, especialmente com Scott Dixon, que ocupa a terceira colocação na classificação geral.
 
É justamente o neozelandês quem mais vezes venceu na pista. Dixon possui cinco triunfos em Mid-Ohio, todos de 2007 para cá.
 
Além de Dixon, outros pilotos do grid atual da Indy também já venceram em Mid-Ohio. São eles: Helio Castroneves – duas vezes –, Juan Pablo Montoya e Charlie Kimball.
 
Outro brasileiro que disputa a temporada 2015 da Indy, Tony Kanaan tem mais baixos do que altos no circuito da próxima etapa. O baiano jamais foi ao pódio em Mid-Ohio e tem um quarto lugar conquistado em 2007 como melhor resultado.
Dixon, Bourdais e Hinchcliffe no pódio de Mid-Ohio em 2014(Foto: AP)
Com três corridas para o fim da temporada, 13 pilotos ainda têm chances matemáticas de ficarem com o caneco. Se as chances de Sébastien Bourdais, Marco Andretti, Josef Newgarden, Kanaan, Simon Pagenaud, Carlos Muñoz, Ryan Hunter-Reay e Kimball são pequenas, cinco seguem firmes na luta pelo título.
 
Líder desde a primeira prova, hoje com 445 pontos, Montoya venceu uma única vez em Mid-Ohio, no longínquo ano de 1999, ainda pela Ganassi. Ano passado, o colombiano foi 11º.
 
A segunda colocação é, hoje, de Graham Rahal, um dos grandes nomes do campeonato. O americano vem embalado após fazer excelente corrida em Iowa e, em 2014, fez sua melhor prova em Mid-Ohio, fechando em quinto.
 
Quinto colocado e último dentre os que possuem chances reais de título, Will Power até título da Indy já possui, mas nunca venceu em Mid-Ohio. Entretanto, o desempenho do australiano não costuma ser ruim no misto, tendo sido segundo colocado em 2010 e 2012.
 
Além da disputa pelo título, a etapa de Mid-Ohio possui outros dois atrativos interessantes: um deles é a estreia dos painéis de LED que indicam as posições dos pilotos na corrida, o outro é a possível utilização dos novos pneus para pista molhada.
 
Na prova do ano passado, Dixon deu o pulo do gato durante a última parada de pit-stops para vencer, sendo seguido por Bourdais e James Hinchcliffe no pódio em Lexington.
 
Muñoz fechou a corrida em quarto, seguido por Rahal, Power – que ficava cada vez mais perto do título –, Kimball, Ryan Briscoe, Pagenaud e Hunter-Reay. Castroneves, grande concorrente de Power ao título em 2014, foi apenas o 19º, quatro voltas atrás do líder.
 
As atividades em Lexington começam na sexta-feira com os dois primeiros treinos livres. No sábado acontece o TL3 e o treino classificatório, enquanto a corrida acontece no domingo, com largada programada para 15h07 (em Brasília).

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube