Problemas em Baltimore também afetam treino livre da Indy Lights, e carros só andam 15 minutos

Indy Lights também sofreu com problemas na pista e a direção de prova tomou a mesma atitude do que na Indy e encerrou o treino antes do previsto

Assim como aconteceu na Indy poucas horas antes, a Indy Lights enfrentou exatamente os mesmos problemas no circuito de Baltimore nesta sexta-feira (31) e a direção de prova encerrou o primeiro treino livre com apenas 15 minutos de atividade. Além das condições ruins, o acidente de Adderly Fong, quando ele passou por uma irregularidade, perdeu o controle do carro e bateu, também contribuiu para o encerramento do treino.

Quem acabou ficando com o melhor tempo da sessão foi Tristan Vautier, que marcou 1min28s238 e superou Gustavo Yacamán. O brasileiro Victor Carbone ficou em terceiro, com Jorge Gonçalvez em quarto. Oliver Webb e Peter Dempsey completaram os seis melhores.

Entre os 13 pilotos inscritos para a prova, apenas Emerson Newton-John não conseguiu fazer uma volta rápida e ficou sem tempo.

Confira como foi o treino da Indy Lights

Assim como o treino da Indy, a primeira atividade da Indy Lights em Baltimore começou com um acidente. Adderly Fong errou o contorno da curva, acabou batendo e causou uma bandeira vermelha logo no início da sessão da categoria, que voltava após quase um mês de inatividade.

Antes da paralisação, Gustavo Yacamán foi o primeiro a fazer uma boa volta rápida, com 1min29s456, com Dempsey e Webb em segundo e terceiro, respectivamente. Mas a primeira colocação do colombiano não durou muito e logo Tristan Vautier assumiu a ponta, com 1min28s238.

Com a bandeira vermelha ainda na pista, e após uma conversa entre pilotos e direção de prova, ficou decidido que a reta de Baltimore não tem condições de receber os carros e a atividade foi encerrada com apenas 15 minutos de tempo corrido.

Os pilotos da Indy Lights não voltam às atividades hoje, segundo a programação. O segundo treino livre e o classificatório acontecem neste sábado (01).

Indy Lights, GP de Baltimore, Treino livre 1:

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube