Indy

Rahal detona Newgarden por procedimento de relargada “obsceno, ridículo e perigoso” no Texas

Terceiro colocado no Texas, Graham Rahal detonou o líder do campeonato e vencedor Josef Newgarden. Ele alega que o piloto não respeitou o procedimento de relargada corretamente, o que resultou em uma pequena colisão com Simon Pagenaud

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
Terceiro colocado no GP do Texas, Graham Rahal ficou furioso com a última relargada da corrida, realizada com 12 voltas para o fim. Ele acusou Josef Newgarden, vencedor e líder do campeonato, de não completar o procedimento de forma correta.
 
"O brake check dele foi obsceno. Já tínhamos passado do ponto de partida e ele seguiu com isso, aí ele acelerou e todos estavam nos freios. Sem dúvidas que toquei o Pagenaud. Ainda bem que foi só entre asas, nada que furou o pneu ou coisa parecida", declarou Rahal ao site norte-americano ‘Motorsport Week’.
Graham Rahal (Foto: Indycar)
Segundo o regulamento da Indy, o procedimento de relargada é iniciado quando o Pace Car apaga as luzes. O líder deve manter a velocidade até chegar a um ponto designado pela direção de prova, próximo da reta de chegada, onde o piloto acelerará cuidadosamente até a velocidade de corrida, o que aciona a bandeira verde. Rahal entende que Newgarden não respeitou o processo corretamente.
 
"Não há nada que você pode fazer. Acho que isso tinha que ser enviado aos comissários. Já tivemos problemas com isso antes. Era claro. Acelera, freia, acelera, freia. É ridículo, é perigoso nesse tipo de coisa", comentou.
 
A última bandeira amarela da corrida aconteceu com 20 voltas para o fim, quando Colton Herta e Scott Dixam bateram. Rahal também afirmou que Newgarden foi o único líder que não respeitou o procedimento de relargada corretamente.
 
"Tenho certeza [que apenas Newgarden não respeitou] Se eu não estiver enganado, foi na única vez em que ele estava liderando. A relargada do Hunter-Reay foi ótima. Boa, com bom ritmo, simplesmente legal e limpa. A última foi ridícula", completou.
 

 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.