Retrospectiva 2021: Castroneves derrota Palou e vence Indy 500 pela quarta vez

Aos 46 anos, Helio Castroneves venceu o duelo contra o garoto Álex Palou e finalmente completou o sonho de chegar ao panteão dos tetracampeões das 500 Milhas de Indianápolis

INDY 2021: HELIO CASTRONEVES CONTA TODOS OS DETALHES DA 4ª CONQUISTA EM INDIANÁPOLIS | Briefing

É impossível fazer a Retrospectiva 2021 da Indy sem falar de uma épica edição das 500 Milhas de Indianápolis. O público retornou ao Brickyard depois da ausência por conta da pandemia de Covid-19 em 2020, e os presentes nas arquibancadas foram premiados com uma das batalhas mais épicas dos últimos anos, contrariando quem achava que a corrida não era mais a mesma depois da introdução do kit aerodinâmico IR-18, em 2018.

E os protagonistas desta história são de gerações completamente diferentes, com 22 anos de idade de diferença. Helio Castroneves, até então tricampeão da corrida e pela primeira vez disputando a Indy 500 longe da Penske. Após deixar a equipe, fechou com a Meyer Shank, time modesto que construiu espaço ao longo dos anos. Do outro lado, o espanhol Álex Palou, a grande sensação do ano, que eventualmente se tornou o campeão da temporada, guiando pela Ganassi.

Antes deles, o protagonismo esteve com diferentes nomes. O principal deles era Scott Dixon, hexacampeão e na busca incessante por um novo triunfo na Indy 500, já que o único aconteceu 13 anos atrás. Ele liderou quase todos os treinos livres e anotou a pole, mas a corrida mostrou um cenário diferente logo na primeira volta, com os garotos Colton Herta, da Andretti, e Rinus VeeKay, da Carpenter, se dividindo na liderança. Castroneves, que foi ao Fast Nine, rapidamente surgiu em quinto.

LEIA TAMBÉM: Retrospectiva 2021: Mesmo com Dixon abaixo, Ganassi sobra e vê Penske patinar na Indy 
Retrospectiva 2021: Palou vira estrela, Newgarden se consolida e Dixon decepciona
Retrospectiva 2021: Título de Palou confirma invasão da nova geração no topo da Indy

Helio Castroneves venceu a Indy 500 pela quarta vez (Foto: IndyCar)

A história da corrida começou a mudar na volta 34, quando Stefan Wilson bateu sozinho nos boxes e causou uma bandeira amarela. Dixon precisou de um pit-stop de emergência por conta de uma pane seca e ficou parado nos boxes, perdendo uma volta e dando adeus para a chance de vitória. Algo semelhante aconteceu com Alexander Rossi e Tony Kanaan.

Colton Herta, Rinus VeeKay, Conor Daly, Helio Castroneves e Álex Palou passaram a formar o top-5 depois da relargada. Herta, VeeKay e Daly perderam ritmo com o tempo, e um novo nome se juntou para a briga: Pato O’Ward. A amarela causada por Graham Rahal, que bateu após uma das rodas de seu carro se desprender, criou um roteiro importante para as 75 voltas que restavam: Palou, Castroneves e O’Ward eram os candidatos a vencer.

E foi assim que a reta final se desenrolou. Eventualmente, O’Ward perdeu força e a batalha ficou exclusiva entre Castroneves e Palou. Experiente, o brasileiro soube atacar na hora certa, e com um movimento ousado na curva 1, no início da penúltima volta, tirou o espanhol da frente e partiu para vencer pela quarta vez, levando o público presente ao delírio e celebrando como uma criança. O objetivo foi finalmente alcançado depois de 12 anos de espera e de derrotas difíceis.

OS MELHORES E OS PIORES DE MOTOGP E INDY + AS FINAIS DE F2 E STOCK CAR

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar