Indy

Sato continua com Honda e assume vaga de Muñoz no quarto carro da Andretti na temporada 2017

Takuma Sato vai seguir sendo piloto da Honda na temporada 2017 da Indy. O japonês fechou acordo com a Andretti e vai entrar na vaga deixada por Carlos Muñoz no carro #26 da equipe
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Takuma Sato em Mid-Ohio (Foto: IndyCar)

O time da Andretti para 2017 está completo. Nesta segunda-feira (31), o empresário de Takuma Sato confirmou o acerto com o time para a próxima temporada. Assim, Sato entra para guiar o #26 e forma quarteto com Ryan Hunter-Reay, Marco Andretti e Alexander Rossi.
 
Com a mudança da Foyt para os kits e motores da Chevrolet, sabia-se que Sato teria de procurar um novo lar. Com a ida do japonês para a Andretti, praticamente fica certa uma troca de equipes entre Sato e Carlos Muñoz, nome muito forte na repaginada Foyt.
 
Empresário do japonês, Steve Fusek comentou a negociação ao site norte-americano 'Motorsport.com' e mostrou confiança na reação da Andretti em 2017.
 
“Estamos animados por colocar Takuma no carro mais competitivo possível, unir forças com a Andretti é um sentimento especial. Acho que o Michael (Andretti) já vinha fazendo um bom trabalho desde o fim da temporada para resolver suas fraquezas. Jeremy Milless (ex-engenheiro do Newgarden) e Eric Bretzman (ex-engenheiro do Dixon) não são contratações pequenas”, comentou.
Takuma Sato agora é da Andretti (Foto: IndyCar)
Fusek aposta também na sintonia entre Sato e Garrett Mothersead, engenheiro da Andretti e que trabalhou com o nipônico na KV.
 
“Eles sabiam que era preciso mudar algumas coisas, e fizeram exatamente isso. E essas pessoas já estavam acomodadas tão logo a temporada acabou. Agora Takuma volta a ter Garrett Mothersead como engenheiro, eles já trabalharam juntos na KV. Ele gosta da familiaridade e se dão bem. Acho que será uma temporada bem forte”, completou.
 
Sato vai para sua oitava temporada consecutiva na Indy. O japonês tem, até aqui, o 13º lugar de 2011 como melhor resultado. Ao todo, soma cinco pódios na categoria, tendo vencido em Long Beach com a Foyt na temporada 2013.