Indy

Schmidt Peterson chama Briscoe para vaga de Hinchcliffe para 500 Milhas de Indianápolis, diz jornal

O australiano Ryan Briscoe foi o escolhido para substituir James Hinchcliffe nas 500 Milhas de Indianápolis. O piloto de 33 anos que, em 2014 foi titular na Ganassi, larga na última colocação
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 O acidente de Hinchcliffe em Indianápolis (Foto: AP)
Ryan Briscoe vai ser o substituto de James Hinchcliffe – que se acidentou violentamente – nas 500 Milhas de Indianápolis. Quem afirma isto é Curt Cavin, jornalista do periódico ‘Indy Star’.
 
O nome do australiano começou a ser ventilado logo que pipocaram as primeiras informações sobre a gravidade da lesão sofrida por Hinchcliffe e que houve a confirmação da cirurgia na coxa esquerda.
 
A Schmidt Peterson ainda não confirmou a informação e espera-se que o time se posicione em uma entrevista coletiva nesta quinta-feira, anunciando os planos para o final de semana e confirmando o substituto do canadense.
Ryan Briscoe vai substituir James Hinchcliffe na Indy 500, diz jornal (Foto: Chris Jones/IndyCar)
Apesar de Hinchcliffe ter feito o 24º melhor tempo no treino classificatório, Briscoe larga na última colocação pela troca de pilotos. Mesmo caso de James Davison, que entra na vaga de Tristan Vautier, que sai do 32º posto.
 
Briscoe tem uma pole nas 500 Milhas na carreira. Em 2012, ainda pela Penske, o australiano largou no primeiro posto, chegando em quinto, sua melhor posição na prova.
 
O piloto de 33 anos fez 461 pontos e fechou a temporada 2014 na 11ª colocação com as cores da Ganassi.