Indy

Schmidt repete parceria de 2011 na Lights e anuncia Daly para terceiro carro nas 500 Milhas de Indianápolis 2015

Conor Daly foi o escolhido para guiar o terceiro carro da Schmidt na próxima edição das 500 Milhas de Indianápolis. O americano já foi piloto de Sam Schmidt na Indy Lights, correndo parte da temporada 2011 da categoria
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 James Hinchcliffe (Foto: IndyCar/Chris Owens)
A Schmidt já definiu quem vai guiar o terceiro carro do time nas 500 Milhas de Indianápolis de 2015. O escolhido foi Conor Daly, que fez a sua estreia na temporada guiando o carro #18 da Dale Coyne em Long Beach.
 
Daly, que também disputou a principal etapa do calendário da Indy em 2013 chegando na 22ª colocação com a Foyt, lembrou que já correu em uma equipe de Sam Schmidt na Lights e estava ansioso para retomar a relação.
 
“Estou extasiado por garantir minha vaga no carro #43 da Schmidt nas 500 Milhas de Indianápolis. Tenho um grande relacionamento com Sam Schmidt desde os tempos que guiei em sua equipe na Lights. Sempre quis ter uma chance em sua equipe, é uma honra fazer a minha segunda participação nas 500 Milhas de Indianápolis”, disse.
Conor Daly fez a sua primeira prova no ano em Long Beach (Foto: IndyCar/Chris Jones)
O americano de 23 anos mostrou confiança no trabalho e ansiedade para o início das atividades.
 
“Nem tenho como agradecer a todos que me ajudaram para que isto se realizasse e estou confiante de que todos sairão beneficiados desta relação. Não vejo a hora de começar a trabalhar na pista”, afirmou o piloto.
 
Schmidt também falou da passagem de Daly na Lights e elogiou o piloto escolhido para guiar o terceiro carro do time em Indianápolis.
 
“Conor correu conosco na Lights antes de ir para a Europa e mostrou todo seu potencial. Ele merece esta chance e estamos honrados de tê-lo conosco”, declarou.
 
Daly foi campeão da Pro Mazda em 2010 e terminou em 11º a temporada 2011 na Lights – realizando apenas cinco das 14 etapas. O americano também correu na GP3 e GP2. O melhor resultado veio na primeira, um terceiro lugar em 2013 com a ART.