Indy

Sem vaga para temporada completa, Montoya aceita convite da Penske para correr só Indy 500 em 2017

Juan Pablo Montoya vai continuar na Penske em 2017, mas não em tempo integral. O colombiano aceitou o convite da equipe da Carolina do Norte para correr nas 500 Milhas de Indianápolis. O piloto de 41 anos teve o lugar de titular tomado pelo jovem Josef Newgarden
Warm Up / Redação GP, de Curitiba
 Juan Pablo Montoya aguardando nos boxes (Foto: IndyCar)

Juan Pablo Montoya vai seguir na Penske em 2017. O colombiano aceitou a oferta da equipe da Carolina do Norte para competir nas 500 Milhas de Indianápolis, no mês de maio, mas não vai defender o time em tempo integral na Indy.
 
Depois de uma temporada bastante irregular neste ano, o piloto de 41 anos acabou sendo substituído por Josef Newgarden, que se junta a Helio Castroneves, Will Power e o campeão Simon Pagenaud na próxima temporada. Ainda assim, a Penske manteve a porta aberta a Montoya para assumir um quinto carro na mais importante corrida do calendário da categoria americana.
 
"Estou agradavelmente surpreso por ele ter aceitado a nossa oferta para fazer apenas uma corrida", admitiu Tim Cindric, presidente da Penske, em declaração ao site da revista 'Autosport'.
Juan Pablo Montoya vai defender a Penske apenas na Indy 500 em 2017 (Foto: IndyCar)

"Nós realmente honestos com todos sobre os nossos objetivos e acho que foi uma boa solução para todos. Depois que sentamos com ele e explicamos que teríamos Newgarden em tempo integral, nós perguntamos se ele estava interessado em correr em Indianápolis com a gente. E sua primeira reação foi a de falar que queria disputar a temporada completa com alguma equipe, especialmente pela forma como a temporada deste ano acabou. Ele queria tentar mais uma vez. Na verdade, ele não queria deixar a equipe, mas também queria saber quais eram as possibilidades fora", explicou o dirigente.
 
"Nós concordamos com isso. E dissemos que haveria um lugar para ele, mas isso só poderia ser feito até outubro. Então, no fim de semana passado, ele me disse que a melhor chance era mesmo correr conosco na Indy 500. Ele me disse também que, se estivesse no nosso lugar, também olharia para Josef. Ele não tinha de gostar disso ou concordar, mas entendeu", completou.
 
Montoya já venceu as 500 Milhas em duas oportunidades. A primeira vez foi em 2000, quando defendia a Ganassi, e a segunda oportunidade aconteceu no ano passado, já com a Penske. Em 2016, Juan Pablo ficou longe da disputa do título e fechou o campeonato em oitavo, com apenas uma vitória.