Sette Câmara elogia Indy: “Mas não significa que vou por achar interessante”

Sergio Sette Câmara chegou a ser apontado como piloto da Indy. Apesar do piloto elogiar a categoria norte-americana e dizer ser interessante, não deu certeza de uma mudança de ares, ainda mais só por achar a categoria boa

Sergio Sette Câmara ainda está com o futuro incerto para a temporada 2020. O piloto chegou a ser apontado na Indy, mas apesar de elogiar a categoria norte-americana, não deu nenhuma certeza sobre uma possível ida.
 
Nos três últimos anos, o competidor disputou a Fórmula 2. Em 2019, teve seu melhor campeonato quando subiu oito vezes ao pódio, duas com vitórias, e encerrou a classificação no quarto posto, conseguindo a superlicença.
 
Entretanto, os passos que vai dar neste ano ainda são uma incógnita. O jovem piloto ainda não tem nada a divulgar e chegou a ser apontado para a categoria norte-americana, mas mais como boatos.
Sérgio Sette Câmara (Foto: FIA F2)

Apesar de reconhecer a importância do certame e de elencar qualidades, o mineiro não tem nada concreto. “Os rumores surgiram para a Indy, mas também surgiram para a Fórmula 2, sempre tem um veículo de mídia que acaba soltando os rumores”, falou ao GRANDE PRÊMIO.
 

“Eu realmente fui lá, talvez tenha sido por isso que surgiu, visitei Indianápolis antes mesmo da última corrida de Abu Dhabi porque sabia que poderia ser um paradeiro meu. Se fosse para lá, queria pelo menos conhecer algumas equipes de lá”, continuou.
 
“Acho possível, um campeonato interessante, recentemente foi comprado pelo Roger Penske, que é um megaempresário, todas as equipes veem com bons olhos, acho que a categoria vai crescer, o que é positivo”, emendou.
 
“Acho que é um bom campeonato, mas isso não significa que vá parar lá porque acho um campeonato interessante”, concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube