Indy

Vencedor das 500 Milhas de Indianápolis de 1996, Lazier anuncia participação na corrida deste ano

Com a ajuda de investidores, o piloto comprou o carro usado por Jean Alesi no ano passado. Com isso, o grid passa a ter 34 carros confirmados e, caso a equipe Carpenter anuncie um segundo piloto, possivelmente haverá um Bump Day
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Buddy Lazier destaque (Foto: Chris Jones/IndyCar)

Buddy Lazier está de volta a Indianápolis. Vencedor das 500 Milhas de 1996, o americano anunciou nesta quarta-feira (8) que vai disputar a edição deste ano da tradicional prova pela equipe da própria família. A última vez que o veterano esteve no oval foi em 2009, quando não conseguiu se classificar para a prova.

“Tudo isso aconteceu cerca de dez dias atrás e nós estamos literalmente juntando tudo ainda”, disse Lazier. “Os patrocinadores ainda estão vindo, mas nós vamos à Indianápolis para deixar tudo pronto”, completou.
Buddy Lazier está de volta a Indianápolis (Foto: Indy)

Uma das dificuldades para Lazier será se adaptar ao novo carro da Indy, que estreou no ano passado, quando ele já havia deixado as competições. Apesar disso, o americano afirmou que isso não dever ser um problema, pois, após 16 participações nas 500 Milhas, já conhece o oval de Indianápolis muito bem.

“Eu já andei tanto na pista de Indianápolis que me sinto confortável nela. Eu ainda não pilotei o novo carro, mas já guiei carros com motores turbo antes de a IRL ser formada, então estou ansioso para isso. Eu sei que o carro vai ser rápido. Só não sei quanto tempo de pista terei antes da classificação”, declarou.

Para conseguir correr em Indianápolis, Lazier contou com a ajuda de alguns investidores para comprar o carro usado por Jean Alesi na corrida do ano passado. Agora que já é dono do equipamento, o americano ainda busca alguns patrocinadores para aumentar o orçamento para a prova.

“Nós tivemos uma boa oportunidade de comprar este carro, que é praticamente novo. Nós estávamos com alguns amigos investidores discutindo como poderíamos adquiri-lo, montar uma equipe e competir em Indianápolis. Eu voltei no dia seguinte e eles o compararam. Então eu precisei explicar que precisamos de um orçamento para correr, precisamos de um motor, mas o processo continua”, encerrou.

Lazier ainda busca uma aliança-técnica com alguma equipe da Indy para a corrida. Com a chegada do veterano, já são 34 inscritos para a prova – embora o segundo piloto da equipe Carpenter ainda não esteja definido.