Power diz que erro impediu vitória no Alabama e celebra: “Só queria um bom começo”

Segundo colocado no Alabama, Will Power ficou satisfeito com o bom início de temporada na Indy, e explicou os motivos de não conseguir alcançar Álex Palou na reta final da prova

O onboard de Ryan Hunter-Reay (Vídeo: Divulgação/Andretti)

Will Power teve o melhor começo de temporada na Indy desde 2015. O australiano da Penske foi o segundo colocado do GP do Alabama, prova de abertura do campeonato, ficando apenas 0s4 atrás do vencedor Álex Palou, da Ganassi.

Junto de Palou, Power também se destacou pela estratégia de duas paradas em Barber em vez de três, adotadas por Pato O’Ward e Alexander Rossi, que largaram na primeira fila. O australiano também escapou do ‘big-one’ provocado pelo companheiro Josef Newgarden, o que mudou sua abordagem na estratégia.

“Claramente eu fui de três para duas paradas com todas as amarelas no começo, que eu não me importei. Eu sei que fomos muito bem em economizar combustível e conseguir tempos de volta, mas Álex escapou muito rápido”, disse Power após a corrida.

GUIA INDY 2021
+ Grid cheio, Penske e Ganassi em expansão: as equipes e pilotos da Indy
+ Enzo Fittipaldi troca Europa por Estados Unidos e mira título na Pro 2000
+ Porto mira estabilidade e luta “de igual para igual” por título da USF2000

+ Grosjean é cereja no bolo do intercâmbio recente de Fórmula 1 com Indy
+ Novatos ‘fakes’, Johnson e McLaughlin encaram realidades distintas
+ “Mais completo do que nunca”, Castroneves mira pódios com Meyer Shank

Will Power, segundo colocado no Alabama (Foto: IndyCar)

Will chegou a cortar distância para Palou no fim, reduzindo a vantagem que era de 6s para ficar bastante próximo na volta final, mas não o suficiente para tirar a vitória do piloto espanhol, especialmente por cometer um erro que deixou a distância firme o suficiente para o triunfo do piloto da Ganassi.

“Eu fiquei surpreso. Achei que ele iria para três paradas, mas acho que ele teve um bom segundo stint salvando combustível, e saímos próximos dele. Eu ainda tinha um pouco de combustível a ser economizado no fim, e nas últimas voltas ainda pude usar o push-to-pass. Cometi um pequeno erro, o que deixou o a distância impossível de ser cortada. Estou muito feliz com o dia, só queria um começo sólido para a temporada e é o que conseguimos”, completou.

As atenções da Indy se voltam para a segunda etapa da temporada, que acontece no próximo domingo (25). É o GP de São Petersburgo, na Flórida, prova que foi vencida por Power em 2010 e 2014.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar