Power põe consistência como chave para mirar título: “Os dias ruins estão muito ruins”

Will Power não foi candidato ao título nos anos mais recentes da Indy. Em entrevista ao GRANDE PRÊMIO, piloto australiano crê que precisa errar menos

As temporadas mais recentes da Indy não foram muito boas para Will Power em termos de briga pelo título. Após o vice-campeonato em 2016, o piloto da Penske não competiu diretamente contra os campeões Scott Dixon e Josef Newgarden, e acabou ofuscado até por Alexander Rossi e Simon Pagenaud.

Quinto colocado em 2020, Power comentou em entrevista ao GRANDE PRÊMIO que precisa encontrar equilíbrio nos resultados para voltar a ser um concorrente direto ao título na Indy.

“Onde estamos perdendo? Os dias ruins estão sendo muito ruins. Quando estamos em um dia ruim, abandonamos ou terminamos uma volta atrás, e tivemos várias situações assim. Velocidade não é problema, mas agora é preciso ter consistência nos boxes, na pista, em todos os lugares”, comentou o australiano.

Will Power venceu o GP de Indianápolis 3. (Foto: Indycar)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Will não escondeu o incômodo com erros próprios, e deu exemplo o acidente em São Petersburgo, no encerramento da temporada 2020, quando bateu sozinho enquanto liderava a corrida.

“Foram também muitos erros nos boxes. Tive um erro no fim do ano [St. Pete] quando acertei o muro. Definitivamente, precisamos trabalhar e estamos, sem dúvidas. Sinto que temos uma boa chance de ganhar o título se não errarmos, é sobre executar direito em todos os finais de semana”, concluiu o australiano.

A temporada 2021 da Indy está marcada para começar com o GP do Alabama, no dia 11 de abril. O calendário é previsto para ter 17 etapas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube