Power vê Penske no nível da Ganassi em 2020, mas reconhece: “Erramos muito”

A Ganassi levou a temporada 2020 da Indy. No entanto, em entrevista exclusiva ao GRANDE PRÊMIO, Will Power elogiou a Penske e afirmou que o nível entre os times estava próximo no fim do campeonato, com o título de Scott Dixon sendo decidido no detalhe

A temporada 2020 de Will Power na Indy teve um enredo bem parecido com as anteriores: início em marcha lenta, conturbado, poucas vitórias, bastante velocidade, mas distante da briga pelo título. No fim, o australiano foi quinto colocado no campeonato, anotando 396 pontos e duas vitórias. Ainda assim, apesar do rendimento apenas regular e do título da Ganassi com Scott Dixon, Power saiu satisfeito com o trabalho da Penske e colocou a equipe no mesmo nível da rival mesmo com a derrota.

Em entrevista exclusiva ao GRANDE PRÊMIO, o veterano destacou que o campeonato realmente foi mais complicado que o normal por conta da pandemia de Covid-19, mas que o rendimento foi bom, melhor do que os resultados obtidos.

“Foi uma temporada muito diferente, imprevisível pelo fato de você nunca saber quando vai correr e como vai ser o formato, uma corrida única ou rodada dupla. Funcionou bem para a Indy. Acho que o fato de ter 14 corridas foi bom, mas, particularmente, cometemos muitos erros. Éramos realmente muito rápidos, mas cometemos muitos erros”, disse.

Apesar de Dixon ter sido campeão, Josef Newgarden disputou a taça até o fim, com direito a uma grande reação nas etapas finais. Para Power, foi a prova de que a Penske tinha o nível da Ganassi. Will, inclusive, crê que o companheiro teria sido tricampeão não fossem as bandeiras amarelas que surgiram na hora errada em diferentes provas.

“Acho que a Ganassi era bem forte nas primeiras corridas, especialmente nos ovais longos. Muito rápidos no Texas e muito rápidos em Indianápolis, mas, na metade da temporada, o carro da Ganassi já não era tão bom e a Penske ficou muito forte, capaz de vencer mais corridas. Acho que o [Josef] Newgarden seria capaz de vencer o campeonato, mas acabou levando desvantagem em algumas bandeiras amarelas”, completou.

2020 foi o quarto ano consecutivo de Power fora do top-2 da classificação geral da Indy com a Penske. No entanto, a 14ª temporada seguida em que o australiano teve ao menos um triunfo.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube