43: Hamilton derrota Rosberg e vira tricampeão: o GP dos Estados Unidos de 2015

Lewis Hamilton viveu um GP dos Estados Unidos agitado em Austin e precisou dar um drible no companheiro de Mercedes. A vitória garantiu o tricampeonato

Lewis Hamilton chegou ao GP dos Estados Unidos com o tricampeonato muito bem encaminhado. E confirmou o título em uma corrida que ainda teve graça, como se fosse uma montanha-russa de emoções nos altos e baixos do circuito de Austin. O inglês herdou a vitória do seu companheiro de Mercedes, Nico Rosberg, e viu o outro rival, Sebastian Vettel, de Ferrari, ficar só com a terceira posição.

Faltavam ainda os GPs do México, do Brasil e de Abu Dhabi para o fim da temporada. Mas Hamilton, que havia vencido em outras nove provas, tinha pressa. O dono do carro prata #44 largou em segundo no piso molhado, mas mandou o pole Rosberg para longe logo na curva 1. O alemão, então, caiu para quarto, atrás de Daniil Kvyat e Daniel Ricciardo.

Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

O momento em que Lewis Hamilton supera Nico Rosberg: a rivalidade se acirraria ainda mais depois (Foto: Mercedes)

A pista seguia muito úmida, e isso foi promovendo disputas interessantes ao longo do pelotão. E embora Lewis permanecesse à frente, enfrentava o ataque de um surpreendente Kvyat. Nada que o britânico não soubesse controlar.

Ainda no início, a corrida entrou em regime de safety-car virtual por conta de detritos. Na volta, Rosberg decidiu ir à caça do companheiro de equipe e foi ultrapassando os adversários. Primeiro, superou Ricciardo e, em seguida, o russo da Red Bull. Só teve um problema: Rosberg não conseguia se livrar dos taurinos, o que acompanhavam de perto.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Só que a equipe austríaca continuava invocada, e o australiano aproveitou um erro de Nico para superá-lo. Na sequência, passou Hamilton para assumir a liderança. Rosberg, então, tentou atacar de todo o jeito, até que conseguiu a ultrapassagem.

Neste ponto, a pista começou a secar, e isso levou tudo muito aos boxes. Hamilton foi o primeiro. E voltou no meio do pelotão, enquanto Ricciardo e Rosberg ainda lideravam lá na frente. Mas aí tanto o alemão quanto o inglês foram para cima dos adversários até formarem o 1-2 da Mercedes. Nesta altura, Lewis passou a atacar o colega, que errou a oito voltas do fim e entregou de bandeja a vitória para ao britânico, que acabou por erguer ali mesmo a taça do tricampeonato.

A antessala do pódio texano ainda protagonizou uma das cenas mais impactantes daquele campeonato. Entusiasmado, e um tanto provocativo, com a recente conquista, Hamilton pegou o seu boné de vencedor e jogou o de segundo colocado no colo de Rosberg, que estava sentado a alguns metros de distância. Desolado com a derrota na corrida e no campeonato, o futuro campeão mundial se sentiu agredido e tirou forças do além para arremessar o boné na direção do naquela altura tricampeão. Hamilton tratou de festejar sozinho então.

As vitórias de Lewis Hamilton na Fórmula 1 em imagens

(Foto: McLaren)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube