55: Em duelo de estratégias, melhor para Mercedes: o GP da Espanha de 2017

Lewis Hamilton se recuperou após uma largada ruim com a Mercedes e passou Sebastian Vettel para embolar a disputa na temporada

O início do campeonato de 2017 indicava um caminho diferente em relação aos anteriores. Com Nico Rosberg aposentado, a Mercedes chamou Valtteri Bottas para ser parceiro de Lewis Hamilton. E, por mais que o finlandês até começasse se forma decente, abria brechas para o crescimento de Sebastian Vettel, em uma Ferrari que estava bem mais competitiva do que antes. Assim, a F1 chegou ao GP da Espanha com Vettel na liderança, seguido por Hamilton e Bottas.

Lewis cravou a pole, mas tornou a sofrer com algo que vinha sendo uma constante em 2017: largadas ruins. O inglês não tracionou legal e, assim, foi superado justamente por Vettel logo de cara, o que transformou a corrida em uma batalha de estratégias.

Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

(Foto: Beto Issa)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Seb tinha mais ritmo, mas parou nos boxes mais cedo. Então, a Mercedes se viu obrigada a ousar. Primeiro, parecia que Hamilton e a Mercedes poderiam fazer apenas um pit-stop, já que esticou seu primeiro stint e, quando foi aos boxes, contou com Bottas atrapalhando a vida do rival com pneus desgastados. No entanto, os planos mudaram com um safety-car virtual e o desgaste excessivo dos compostos.

Vettel e Hamilton pararam mais uma vez cada e voltaram juntos para a pista, dividindo curva com o alemão em vantagem. No entanto, as voltas pré e pós-parada, novamente, ajudaram Hamilton, que ficou colado no rival e o ultrapassou alguns giros depois, aproveitando-se dos pneus macios contra os médios. Depois, Lewis cuidou bem do desgaste e segurou o adversário para vencer o GP da Espanha e encostar no Mundial de Pilotos: 104 a 98 para Vettel.

As vitórias de Lewis Hamilton na Fórmula 1 em imagens

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube