58: Hamilton freia ímpeto de Vettel e cola na luta do título: o GP da Bélgica de 2017

O GP da Bélgica não foi tranquilo para Lewis Hamilton. Sem nunca conseguir se desgarrar de Sebastian Vettel, o piloto da Mercedes precisou evitar ataques do rival para conquistar a 58ª vitória no fim de semana que completou 200 GPs na Fórmula 1

O GP da Bélgica representou a 200ª corrida de Lewis Hamilton na Fórmula 1. E para coroar da melhor forma o fim de semana da marca histórica, o piloto da Mercedes venceu em Spa-Francorchamps. Foi a 58ª conquista do piloto na carreira, reduzindo a vantagem de Sebastian Vettel na liderança do campeonato para apenas sete pontos a sete provas do fim da temporada.

A conquista de Hamilton foi importante por conseguir segurar Vettel nas voltas finais da etapa belga mesmo usando pneus macios, contra os supermacios do alemão. Apesar de ser acompanhado pelo rival a todo momento, o britânico mostrou força mental para manter a liderança e subir no lugar mais alto do pódio novamente.

Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

Lewis Hamilton teve a companhia da Ferrari a corrida toda em Spa (Foto: Mercedes)

A largada era um dos pontos chave da corrida. Na pole, Hamilton partiu bem e manteve a dianteira, mesmo com Seb buscando vácuo no fim da enorme reta Kemmel. O britânico manteve a ponta e começou a abrir vantagem, mas a Ferrari número #5 o mantinha na mira. Voltas depois, Hamilton perdeu ritmo por desgaste dos pneus e Vettel reduziu a vantagem.

Lewis parou nos boxes na volta 13 e colocou pneus macios para tentar ir até o fim sem outro pit-stop, cedendo a liderança para Vettel. Quando o alemão parou, voltou na frente de Hamilton, mas o piloto do carro #44 aproveitou o vácuo na saída de Eau Rouge e retomou a ponta.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Sem conseguir se desgarrar na liderança, Hamilton não abria mais de dois segundos para o rival. Com a entrada do safety-car na reta final da prova, a dupla foi para os boxes. Hamilton voltou à pista com pneus macios novamente, contra ultramacios de Vettel, deixando a briga pela vitória indefinida.

Na relargada, Vettel tentou tudo: entrou na La Source colado e foi assim por todo o trecho de alta velocidade, mas Hamilton fechou a porta na curva Les Combes e seguiu líder. Mesmo com pneus melhores, o piloto da Ferrari aumentou o ritmo no final, pressionou e, mesmo assim, a vitória ficou novamente com Lewis.

As vitórias de Lewis Hamilton na Fórmula 1 em imagens

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube