63: Pneu furado de Bottas entrega vitória a Hamilton: o GP do Azerbaijão de 2018

Lewis Hamilton não era favorito no Azerbaijão, mas contou com a sorte e uma prova sem erros para triunfar em Baku. De quebra, assumiu a liderança do campeonato

Ao chegar para o GP do Azerbaijão de 2018, Lewis Hamilton se deparou com uma situação muito parecida com a de 2016, quando perdeu o título para Nico Rosberg. Ele ainda não tinha vencido corridas na temporada e viu Sebastian Vettel brilhar, tomando a ponta do campeonato com 54 pontos, 9 de vantagem.

E no circuito urbano de Baku, a força da Ferrari prevaleceu no treino classificatório, com o tetracampeão na pole pela terceira corrida seguida e Hamilton partindo de segundo. O alemão também largou melhor. Hamilton foi modesto, evitou ataque e segurou a vice-liderança.

Com a relargada na quinta volta após a introdução do safety-car, Hamilton viu Vettel abrir vantagem na ponta e passou a se preocupar com o companheiro de equipe Valtteri Bottas, que vinha perto. No giro 22, Lewis trouxe o carro aos boxes e trocou os pneus supermacios pelos macios.

Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

A Ferrari se mostrou mais competitiva que a Mercedes em baku (Foto: AFP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Na 30ª passagem, foi a vez de Vettel parar e colocar macios. Naquele estágio da corrida, Lewis era terceiro, com Valtteri em primeiro e o rival Sebastian em segundo. O 40º giro da corrida trouxe uma das sequências mais insanas da Fórmula 1 nos últimos anos. Primeiro, Daniel Ricciardo, da Red Bull, acertou a traseira do companheiro Max Verstappen enquanto batalhavam pelo quarto lugar. O carro de segurança foi chamado novamente.

E isso beneficiou diretamente Bottas, que ainda não tinha feito o pit-stop, mas aproveitou da redução de velocidade para sair na liderança, à frente de Vettel. O acidente de Romain Grosjean aumentou o período de safety-car, que deixou a pista apenas cinco voltas antes da bandeira quadriculada.

Na relargada, Vettel tentou colocar por dentro na curva 1 sobre Bottas, mas errou o ponto de freada e escapou, caindo para o quarto lugar. O que parecia uma dobradinha da Mercedes foi estragada na volta seguinte. Bottas passou sobre detritos na pista e teve o pneu traseiro direito furado, abandonando a corrida. Liderança e vitória no colo de Hamilton, que assumiu a primeira posição do Mundial. O triunfo 63 representou o fim de uma sequência de seis provas longe do topo do pódio.

“Tenho sentimentos mistos sobre hoje. Valtteri merecia vencer, fez um trabalho incrível e não errou. Foi uma corrida maluco e animada, e eu jamais desisti, estava constantemente me esforçado, mas estava difícil. Me sinto grato pelo jeito que veio, você precisa aproveitar os altos com os baixos, não posso reclamar que venci. Eu aceito e vou aprender com hoje. Para Valtteri, foi muito, muito azar. Uma dobradinha teria sido incrível ao time. Não teria o alcançado se o pneu não estourasse. Parecia que a Ferrari tinha o melhor carro, nos bateram o fim de semana inteiro. Conseguimos aproximar durante a corrida. Ainda temos trabalho a fazer, mas estamos no bolo e será apertado. Temos de continuar trabalhando”, declarou Hamilton.

As vitórias de Lewis Hamilton na Fórmula 1 em imagens

Foto: Mercedes

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube