85: Hamilton domina e fatura segunda corrida na Áustria: o GP da Estíria de 2020

Depois de uma pole espetacular na chuva, Lewis Hamilton como quis o GP da Estíria, no Red Bull Ring, onde a F1 precisou disputar duas provas devido à pandemia do novo coronavírus, que forçou uma mudança drástica do calendário

Praticamente de ponta a ponta e sem ser incomodado em momento algum, Lewis Hamilton venceu o GP da Estíria, segunda prova consecutiva no Red Bull Ring, na Áustria, país que abriu o calendário alterado pela pandemia. Foi seu 85º triunfo e 89ª pole. Valtteri Bottas fechou a dobradinha da Mercedes e Max Verstappen, da Red Bull, completou o pódio.

Enquanto isso, a corrida foi marcada pelo recrudescimento da crise na Ferrari, pois seus pilotos, Charles Leclerc e Sebastian Vettel, não conseguiram evitar um toque na curva 3 ainda na primeira volta. O tetracampeão deixou a disputa logo em seguida com a asa traseira avariada. Já o monegasco, uma volta depois.

Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

A Mercedes no pódio do GP da Estíria: Lewis Hamilton e Stephane Travers (Foto: Reprodução/Twitter)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Dentre os dez primeiros colocados no grid, somente dois optaram por iniciar a prova com pneus médios: Daniel Ricciardo e Vettel. Os demais preferiram os macios. A largada foi tranquila para Hamilton, que manteve a ponta, seguido por Verstappen, Carlos Sainz, Bottas e Esteban Ocon.

O acidente com as duas Ferrari provocou a entrada do safety-car. A relargada, na quarta volta, teve Hamilton novamente escapando na frente. Ao mesmo tempo em que abria vantagem para Verstappen, diversas disputas ocorriam no pelotão intermediário. Bottas e Albon superam Sainz e passaram a competir pelo último degrau do pódio.

Os líderes começaram a parar na volta 25, com Verstappen mudando de macios para os médios. Na 28, Hamilton fez o pit-stop, com a Mercedes adotando a mesma estratégia de pneus da Red Bull. Bottas seguiu na pista por mais algum tempo para tentar superar o holandês nos boxes. Falhou.

Quando restavam cinco voltas para o fim da corrida, Bottas encostou de vez em Verstappen, que vendeu caro a segunda colocação. Pérez tentou passar Albon, mas tocou a asa dianteira esquerda do seu carro na Red Bull do anglo-tailandês, que passou na quarta colocação. O mexicano perdeu rendimento no fim e acabou cedendo o quinto posto para Lando Norris, que havia ultrapassado Stroll e Ricciardo também no giro final. Foi sexto, com Stroll, Ricciardo, Sainz e Daniil Kvyat fechando o top-10.

As vitórias de Lewis Hamilton na Fórmula 1 em imagens

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube