87: Hamilton leva Mercedes com três rodas à vitória: o GP da Inglaterra de 2020

A conquista veio depois que Lewis Hamilton teve um pneu furado na última volta. Mas o britânico conseguiu se arrastar até o fim para assinalar mais uma vitória na carreira

O final do GP da Inglaterra de 2020, quarta etapa do ano, apresentou toda a ação que faltou à corrida. Nas duas últimas voltas, diversos pilotos sofreram estouros em seus pneus e mesmo com três rodas, Lewis Hamilton teve calmar e conseguiu controlar o carro para terminar na vitória e triunfar pela sétima vez em Silverstone.

Em sua prova de casa, Hamilton largou da pole-position, mas assim que a saída foi autorizada, tracionou mal e chegou a ser ameaçado por Valtteri Bottas. O finlandês emparelhou com o carro #44, mas evitou o risco de um possível incidente e acabou mantendo a segunda colocação.

Com o andar da disputa, o safety-car precisou ser acionado em diferentes momentos. Primeiro, um acidente entre Alexander Albon e Kevin Magnussen na volta dois. Depois, uma batida de Daniil Kvyat contra o muro de proteção no giro 13. Mesmo assim, Hamilton sequer foi ameaçado nas relargadas.

Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

Hamilton reproduziu o gesto do punho cerrado na cerimônia do pódio em Silverstone (Foto: AFP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O agito mesmo aconteceu só no fim. Nas duas últimas voltas, os pneus de Carlos Sainz e Bottas estouraram. Ambos foram aos boxes, conseguiram fazer a troca e terminaram a corrida. Pior para o nórdico, que viu um pódio certo se transformar em uma 11ª posição. O espanhol da McLaren completou em 13º. Só que nem Hamilton passou ileso das falhas dos compostos.

O drama do inglês aconteceu no giro derradeiro. Com o pneu dianteiro esquerdo avariado, Lewis arrastou para completar a corrida em primeiro. O britânico levou muita sorte pela ocorrência ter sido no meio da volta final. A vantagem confortável foi fundamental para que o piloto não fosse ultrapassado por Verstappen, que cruzou a linha de chegada em segundo. E Leclerc, que vinha tranquilo em quarto, abocanhou outro pódio improvável na temporada 2020 da Fórmula 1.

Max Verstappen, que apertou o ritmo nos metros finais de pneus novos, teve de se conformar com a segunda posição. Situação que mudaria sete dias depois na mesma Inglaterra.

As vitórias de Lewis Hamilton na Fórmula 1 em imagens

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube