Mercedes W11: o carro preto que mudou a história de Hamilton e da Fórmula 1

Originalmente, o Mercedes W11 seguiu a tradição de seus antecessores e surgiu prata, com detalhes em preto e verde. Só que a luta de Lewis Hamilton contra o racismo fez a equipe também se engajar. Resultado: os carros apareceram com pintura em preto para o primeiro GP da temporada 2020

Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

Talvez seja o modelo mais perto da perfeição produzido em Brackley, a sede da Mercedes, na Inglaterra. O W11 tem linhas de seu antecessor e tudo que funcionou bem no ano passado. Mas a esquadra alemã foi além em 2020 e projetou um carro que equilibra bem o downforce e a velocidade de reta. Tem performance notável tanto em pistas seletivas e de baixa velocidade quanto circuitos velozes. E toda essa eficiência ficou cristalina para a concorrência logo na corrida que abriu a temporada, na Áustria.

A Mercedes ainda inovou em outras frentes, criando o sistema DAS, sigla para Dual Axis Steering – ou Direção de Eixo Duplo. A novidade foi notada logo nos primeiros testes de pré-temporada. O recurso ajuda a manter os pneus aquecidos ao longo das retas e melhora a dirigibilidade nas curvas, permitindo maior equilíbrio nas freadas. O elemento foi prontamente proibido pela FIA após questionamentos das concorrentes.

Arte: Rodrigo Berton/Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Tecnicamente, esse carro provou ser o mais especial dentro dessa linhagem vencedora da equipe chefiada por Toto Wolff. Até momento, a Fórmula 1 teve disputou 11 etapas e foram nove vitórias, sendo sete de Lewis Hamilton e duas de Valtteri Bottas. Além disso, só carros alemães saíram na pole-position. O inglês conquistou oito vezes a posição de honra, enquanto o nórdico saiu na frente em oportunidades. Neste momento, são 391 pontos no Mundial de Construtores. A liderança, portanto, com 180 de vantagem para a Red Bull, o time que mais perto está nesta temporada.

Ainda, esse carro ganha notoriedade não só pelo desempenho impecável, mas também por fazer parte da luta de Hamilton contra o racismo. Originalmente, o W11 tinha a tradicional pintura prata, com detalhes em preto e verde. Só que as manifestações cada vez mais intensas do inglês fizeram a Mercedes se engajar também na batalha. A escolha foi usar um layout preto. E foi com esse belo carro que o britânico igualou o número de vitórias de Michael Schumacher, no GP de Eifel, e que agora caminha para o sétimo e histórico título na Fórmula 1.

Do McLaren MP4-22 ao Mercedes W11: os carros vencedores de Hamilton na F1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube