Mitsubishi Motors

Com percurso inédito e desafiador, Mitsubishi Cup empolga competidores em etapa de Ribeirão Preto

Prova no Haras Manoel Leão acirrou ainda mais a disputa pelo campeonato. Mesclando trechos de alta e baixa velocidade, plantação alta de cana-de-açúcar foi desafio extra para os participantes

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
A terra vermelha, característica do interior paulista, deu a tonalidade certa para as disputas da etapa do último sábado (25) na Mitsubishi Cup. A competição, que comemora 20 anos em 2019, teve uma etapa em local inédito em Ribeirão Preto, no Haras Manoel Leão, e que agradou muito os competidores.
 
“A organização nos proporcionou uma prova fabulosa, que exigiu do conjunto ao extremo”, vibrou o navegador Jorge Peters que, ao lado do piloto Vitor Muench venceu na categoria ASX RS Master e acirrou a briga no campeonato. “Foi uma prova muito diferente, com alta velocidade. Fazia muito tempo que não andava nessas condições. Tinha que acreditar muito no navegador, no carro e em si mesmo”, explicou Vitor.
Mitsubishi Cup em Ribeirão Preto (Foto: Cadu Rolim)
Paddockast #19 elege melhores pilotos e principais corridas da história da Indy 500



  Ouça no Spotify
  Ouça no iTunes
  Ouça no Android
  Ouça no playerFM

O trecho cronometrado foi em meio à cana-de-açúcar, alternando trechos de alta e baixa velocidade com curvas de 90 graus. Um dos desafios para as duplas foi a plantação alta, que dificulta a visualização e aumenta a competitividade. O trecho final da prova é chamando de Zona de Espetáculo e o público pode ver bem de perto os carros em ação.
 
Assim como na primeira etapa, um piloto foi convidado para disputar a prova na nova L200 Triton Sport R e repetiu o feito de Edu Piano ao desbancar os pilotos “da casa” e faturar a vitória. Dessa vez, foi Marcelo Mendes quem acelerou e se divertiu muito.
 
“É uma corrida que não tem um ambiente de corrida. Aqui é muito respeito entre os pilotos, amizade, companheirismo. É um campeonato diferente. Foi uma surpresa receber esse convite, fiquei muito feliz. Um prazer imenso estar aqui”, comentou Mendes. “A Mitsubishi está de parabéns em fazer essa ação de trazer as pessoas que representaram o rali. Isso faz reviver a vontade de correr, não só para mim, mas para as outras pessoas que estão acompanhando. E quando entra no carro, põe capacete, cinto, não tem brincadeira, a gente acelera mesmo”, garantiu o piloto, que correu ao lado do navegador Sidnei Broering. Ele é o único tricampeão consecutivo da história da prova e em três categorias/carros diferentes: Pajero TR4, L200 Triton ER e Triton RS.
 
Outras duplas de destaque nacional também participaram da etapa, como Maurício Neves/Clecio Maestrelli e Ulysses Bertholdo/Marcelo Dalmut. Neves tem um extenso currículo no off-road e já foi campeão da Mitsubishi Cup em 2008, do Rali dos Sertões de 2007, e soma inúmeras conquistas no Brasileiro e participação no Rali Dakar.
 
“É reviver ótimos momentos do passado, algo muito especial, voltar 11 anos depois e encontrar um monte de gente. É obvio que chega sem a mão, é diferente, até se soltar leva um tempinho. Viemos melhorando a cada prova. Legal é voltar e ver que ainda é competitivo. A Mitsubishi Cup é sensacional, eu devo muito ao que consegui na minha carreira de piloto, fiz amizades e permitiu que conquistasse títulos. Tudo começou aqui”, afirmou Mauricio. A dupla fez bonito e ficou com o terceiro lugar da classificação.
 
Mais campeões do dia
 
Na L200 Triton RS, vitória de Wagner Roncon e Joselito Junior. “Foi uma etapa rápida e bem difícil para o navegador, com chegadas muito rápidas e a responsabilidade de passar a informação certa pro piloto”, comentou Joselito. “Andamos muito em canavial alto e o navegador fazia 90% do serviço. Tinha muita terra solta que o carro escapa mais e conseguimos alcançar o primeiro lugar. Agora o campeonato está embolado”, destacou Roncon.
Mitsubishi Cup em Ribeirão Preto (Foto: Cadu Rolim)
Na L200 Triton ER, Albano Junior e Breno Resende alcançaram o lugar mais alto do pódio. “Não corremos no ano passado, mas ficamos em segundo na primeira etapa e agora conseguimos o primeiro lugar. Adquiri um pouco mais de confiança e vamos melhorando a cada prova. Corro desde 2008 e esse ano a Mitsubishi está se superando, um clima muito bom. Rali não tem nada igual, é indescritível”, confirmou o piloto. “A dupla está bem entrosada, estamos evoluindo, ainda falta muito, mas está legal e uma disputa sadia. Agora é tentar manter a liderança do campeonato”, declarou Breno.
 
Juliano Diener e Gunnar Dums, na L200 Triton ER Master, são a única dupla a conquistar o primeiro lugar nas duas etapas. “É sensacional, muito difícil acontecer isso. Estamos sendo bem competentes, muito felizes. Hoje a navegação estava difícil, do jeito que a gente gosta de andar”, disse Juliano.
 
Na ASX RS, Eder Benito e Fernando Abe subiram ao lugar mais alto do pódio. “Foi bom demais: ganhamos as três provas do dia e a premiação da Zona de Espetáculo. Estou feliz da vida, coroando com um resultado espetacular”, vibrou Eder. “Estamos conseguindo chegar perto do nosso limite e do carro e queremos melhorar ainda mais. Hoje foi muito rápido e com curvas cegas, tem que acreditar na planilha e fazer o piloto acreditar”, acrescentou o navegador.
 
Prêmios Rali dos Sertões
 
 
As duplas primeiras colocadas até esta etapa de Ribeirão Preto garantiram a participação gratuita no Sertões Series Jalapão, que acontece entre os dias 5 e 9 de junho em uma das regiões mais inóspitas e bonitas do Brasil. Quem levou foi: Edu Piano/Fausto Dallape, Ricardo Feltre/Ivo Mayer, Eder Benito/Fernando Abe, Juliano Diener/Gunnar Dums, Albano Junior/Breno Resende e Thiago Rizzo/Leonardo Magalhães.
 
E tem mais: as duplas que estiverem na liderança da Mitsubishi Cup após a sexta etapa, em Indaiatuba (SP), ganharão a inscrição para o Sertões Series Rota Sul, que será disputado entre os dias 6 e 9 de dezembro.


 
O grande vencedor da temporada de 20 anos da Mitsubishi Cup, em cada uma das seis categorias, ganhará 50% de desconto na inscrição para o Rali dos Sertões 2020. E o vice-campeão de cada categoria ganha a inscrição de um apoio cada um.
 
Ao todo, a Mitsubishi Cup tem seis categorias: L200 Triton Sport R, L200 Triton ER, L200 Triton ER Master, ASX RS, ASX RS Master e a novíssima L200 Triton Sport RS.
 
Os carros são preparados pela Mitsubishi Motors, única montadora na América Latina que tem uma linha de produção de veículos de corrida, e estão disponíveis para venda para os pilotos e equipes com condições especiais. Para mais informações, entre em contato pelo e-mail: [email protected]
 
Próxima etapa
 
As duplas da Mitsubishi Cup se encontram novamente em Jaguariúna (SP), no dia 29 de junho, para uma prova inédita no Haras Patente.
 
Calendário Mitsubishi Cup 2019*
3ª etapa – 29 de junho – Jaguariúna (SP) / Haras Patente
4ª etapa – 03 de agosto – Ponta Grossa (PR)
5ª etapa – 28 de setembro – Cordeirópolis (SP) / Autódromo V. Fragnani
6ª etapa – 19 de outubro – Indaiatuba (SP)
7ª etapa – 23 de novembro – Mogi Guaçu (SP) / Autódromo Velo Città
* Datas e locais sujeitos à alterações.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.