Mitsubishi Cup abre disputa da temporada 2017 com prova de rallycross no autódromo Velo Città

Na abertura da temporada 2017 da Mitsubishi Cup, os veículos preparados para rali estarão em um percurso que mescla asfalto e terra no autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu, no início de abril

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Para a abertura da 18ª temporada, a Mitsubishi Cup preparou uma prova inovadora: o rallycross. Inédita no Brasil, a competição, que mescla terra e asfalto acontecerá no primeiro dia de abril no autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu. Será a estreia de carros e duplas nacionais nessa modalidade, amplamente difundida nos EUA.

 
"A Mitsubishi Cup se consolida a cada ano como uma competição moderna e repleta de novidades. Promover uma prova de rallycross só mostra que estamos no caminho certo. Essa disputa será um marco no automobilismo brasileiro", disse Fernando Julianelli, diretor de marketing da Mitsubishi Motors. "Será um desafio empolgante para as duplas que estão acostumadas ao rali cross-country de velocidade. Um tempero a mais na temporada desta competição tão tradicional."
A temporada 2017 da Mitsubishi Cup vai começar (Foto: Cadu Rolim)
Um trajeto de 1,3 km foi planejado, mesclando trechos de asfalto do Velo Città com partes de terra. A pista tem um corte, encurtando o tempo de volta. Cada piloto pode passar por esse bônus uma única vez em cada volta. Diferentemente do que acontece na categoria rallycross no exterior, na Mitsubishi Cup os pilotos poderão contar com a ajuda de seus navegadores dentro do carro.
 
Cada dupla fará uma volta de classificação individualmente, definindo a ordem de largada pra primeira bateria. As provas classificatórias terão até cinco carros disputando simultaneamente e serão compostas por quatro voltas. Os dois melhores colocados em cada bateria classificatória, serão classificados para a bateria final. Serão cinco categorias em disputa: Pajero TR4-ER, ASX-RS, L200 Triton ER, L200 Triton ER Master e L200 Triton Sport RS.
Trechos no asfalto farão parte do percurso do rallycross (Foto: Cadu Rolim)
A ordem de largada da bateria final será com os melhores colocados das baterias classificatórias na primeira fila e os segundos na segunda fila. A posição entre o primeiro e o segundo será definida pelo tempo de corrida entre os dois, com o piloto que fez a classificatória em menor tempo largando na primeira posição. Essa disputa terá cinco voltas.
 
O rallycross será a última disputa do dia. Antes disso, as duplas correrão duas especiais de 30 km em meio a canaviais, com piso escorregadio e poeira, e alguns saltos. Será um dia de muito off-road em Mogi Guaçu para abrir a 18ª temporada da Mitsubishi Cup.

 

PADDOCK GP #70 FAZ PRÉVIA DE ABERTURA DAS TEMPORADAS DE F1 E MOTOGP E LEMBRA PACE

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube