Na expectativa de “um dos mais disputados Rali dos Sertões da história”, Guiga Spinelli espera dificuldades

Duplas da Equipe Mitsubishi já estão em Goiânia para a largada da maior prova do off-road do Brasil. Para o veterano Guiga Spinelli, a edição de 2015 do Rali dos Sertões será ainda mais complexa do que o normal. Todavia, o piloto acredita que é capaz de superar adversidades

Prestes a largar para sua 14ª participação no Rali dos Sertões, o piloto Guilherme Spinelli, da Equipe Mitsubishi Petrobras, sabe que terá um árduo caminho em busca do hexacampeonato.
 
"Está chegando a hora e a briga será muito difícil neste ano. Mas iremos para a prova com muito foco, dedicação e concentração", promete o piloto. "O percurso mudou e isso é sempre bom para uma prova desse nível. Temos outras três duplas com experiência e em carros muito bons. O Reinaldo Varela está disputando o Campeonato Mundial de Rali Cross-country, enquanto os dois carros da X Rali Team tiveram melhorias em relação ao ano passado. Ou seja, todos são muito fortes", afirma.
O Rali dos Sertões nunca foi garantia de vida fácil para os pilotos (Foto: Mitsubishi)
Guiga tem uma longa trajetória no off-road e diversos títulos não só no Brasil, mas em provas em várias partes do mundo. No Rali dos Sertões, conquistou o primeiro lugar nos anos de 2003, 2004, 2010, 2011 e, o último, no ano passado, 2014. Além disso, têm outros quatro vice-campeonatos. "Com certeza, a disputa será do mesmo nível ou ainda mais intensa que nos últimos anos, com poucos minutos de diferença no final da prova", opina Guiga.
 
Ao lado do navegador Youssef Haddad, o piloto encara a prova com o ASX Racing, veículo desenvolvido pela Ralliart Brasil para enfrentar as maiores provas off-road do mundo. Ao todo, o Rali dos Sertões terá 2.917 quilômetros e 1.487 km de trechos cronometrados, com largada em Goiânia (GO) e chegada e Foz do Iguaçu (PR), passando pelas cidades de Rio Verde (GO), Itumbiara (GO), São Simão (GO), Três Lagoas (MS), Euclides da Cunha Paulista (SP) e Umuarama (PR).
 
"Ao longo da história, o Sertões sempre foi rumo ao norte e nordeste do Brasil. Este ano será diferente, com características e trechos que não estamos muito acostumados. Mas é sempre bom termos novos desafios", destaca Youssef.
 
A prova começa neste sábado, dia 1º de agosto, com o prólogo, que define a ordem de largada. As duplas correrão na pista no Autódromo Internacional de Goiânia. Será a primeira vez que a disputa será 100% em uma pista de asfalto, um desafio a mais para os competidores, acostumados aos trechos off-road. O trecho terá 1.900 metros, com largada de dois em dois. O público poderá conferir a prova nas arquibancadas do Autódromo.
 
Equipe Mitsubishi Petrobras
A Equipe Mitsubishi Petrobras competirá no Rali dos Sertões com dois carros. Além do ASX Racing número 301 de Guilherme Spinelli e Youssef Haddad, a dupla João Franciosi / Rafael Capoani vai defender o título na Protótipos T1 (Protótipos Nacionais) com a L200 Triton SR, número 360.
 
"Teremos muitos saltos, curvas e até trechos com lama, características que me adapto rapidamente. É sempre bom um percurso novo, mas temos que ter muita concentração durante toda a prova. O importante em um rali longo como este é andar bem todos os dias", comenta Franciosi, que busca o tricampeonato na categoria.
 
"Será uma prova nova, descendo para o sul do País e passando por regiões de lavoura. Tenho uma experiência no Paraná, em outras provas que participei. É um lugar de pouca pedra, sem serras, o que vai tornar as especiais bem rápidas", afirma Rafael Capoani. "O dia a dia do Franciosi é dentro de uma fazenda, então a leitura que ele faz do terreno é muito fácil e eu estou indo para minha região. Acho que levamos um pouco de vantagem por conta disso. E o nosso entrosamento está bem legal e estamos com muita vontade de vencer novamente", garante o navegador.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube