Aegerter dá bote no fim e vence acidentada corrida 1 da MotoE na Emília-Romanha

O suíço ultrapassou na última volta para garantir o segundo triunfo de 2020. Matteo Ferrari cruzou em segundo, mas punição o jogou para terceiro. Jordi Torres ficou com a segunda posição do dia. Eric Granado caiu

Dominique Aegerter esperou os metros finais para dar o bote certeiro e conseguir a vitória da corrida 1 do GP da Emília-Romanha da MotoE. Neste sábado (19), o suíço ultrapassou Matteo Ferrari na última volta para vencer pela segunda vez em 2020.

O estreante da temporada esperou até o fim para alcançar o degrau mais alto do pódio. Ferrari cruzou a linha de chegada em segundo, mas por exceder os limites de pista na última curva, foi derrubado para terceiro. Jordi Torres ficou com a segunda colocação.

Dominique Aegerter venceu com bote no fim (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Eric Granado teve um sábado para esquecer em Misano. Quando vinha na briga pela quarta posição com Xavier Siméon, o brasileiro acabou tocando com o adversário, com os dois caindo e abandonando a disputa.

A partir desta etapa, o grid da segunda corrida da rodada dupla da MotoE vai ser baseado no resultado da primeira prova do final de semana. Portanto, Dominique larga da pole-position.

Saiba como foi a corrida 1 do GP da Emília-Romanha da MotoE

Largada autorizada em Misano e Matteo Ferrari tratou de superar Jordi Torres para assumir a primeira colocação. Enquanto isso, no fundo do pelotão, Lukas Tulovic sofreu um forte highside no meio do pelotão, deixando o traçado de maca. O segundo abandono do dia foi Mike di Meglio. O piloto estava na 16ª colocação e foi ao chão.

Na ponta do pelotão, Ferrari tentou se deslocar do restante dos pilotos, mas tinha respiro de apenas 0s188. Torres era o segundo colocado, mas precisou lidar com a pressão do atual líder Dominique Aegerter, que se adiantou em cima de Siméon e era terceiro.

Eric Granado largou em quarto e após as duas primeiras voltas, estava em quinto. Mas quando tentou fazer ultrapassagem em Xavier, tanto o brasileiro quanto o piloto da LCR se enroscaram e foram ao chão na curva 4. O abandono veio pouco depois.

Restando quatro voltas para a bandeira quadriculada, os três primeiros colocados, Matteo, Jordi e Dominique, se afastaram do restante dos pilotos, sustentando respiro de 0s999 para o quarto colocado.

O GP da Emília-Romanha da MotoE foi um verdadeiro festival de quedas. No giro seguinte, foi a vez de Alex de Angelis abandonar a disputa. No momento, tinham apenas 13 pilotos na disputa.

Aberta a última volta no Circuito Marco Simoncelli, Ferrari continuou com o amplo domínio, caminhando para a vitória. Atrás, Aegerter se adiantou em cima de Torres e assumiu a segunda colocação. Agora, o suíço começou a caçada ao italiano ponteiro.

Não demorou muito e Aegerter assumiu a ponta, segurou o adversário e conseguiu a vitória da corrida 1 na Emília-Romanha. Ferrari até cruzou em segundo, mas foi punido e perdeu uma posição. Jordi Torres ficou em segundo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube