Motociclismo

Menos de 2 meses após suspender participação, Honda retorna ao SuperBike Brasil

A Honda está de volta ao SuperBike Brasil apenas um mês e meio após sair a competição por preocupações com relação à segurança: dois pilotos, Maurício Paludete e Danilo Berto, morreram em acidentes entre abril e maio

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
A saída da Honda do SuperBike Brasil termina neste fim de semana. Uma das principais marcas envolvidas na categoria, a Honda suspendeu a participação no campeonato em maio, após uma série de acidentes fatais e citou a preocupação com a segurança dos pilotos depois das mortes trágicas de Maurício Paludete, o 'Linguiça', e Danilo Berto, as duas ocorridas em Interlagos.

Menos de dois meses depois, contudo, a marca decidiu voltar à competição e acelera a partir desta sexta-feira na etapa de Goiânia.
 
A montadora citou o "pacote de ações que visam aprimorar a segurança" no SuperBike Brasil como o motivo para retomar participação na classe Superbike Pro, Honda Júnior Cup e Copa CBR 500R. O campeonato tem etapa neste fim de semana, dias 13 e 14 de julho, no Autódromo de Goiânia. Além da Honda, a Yamaha também abandonou a disputa em maio.
Danilo Berto foi a última vítima fatal do SuperBike Brasil (Foto: Sampafotos/Facebook)
O SuperBike Brasil tem, em anos recentes, uma história marcada por acidentes graves e mortes. Em espaço de aproximadamente dois anos, de 2017 para cá, o campeonato registrou quatro mortes, todas em Interlagos, principal casa da categoria.
 
 
Foi na famosa curva de Interlagos que a primeira morte de 2019 no SuperBike Brasil aconteceu. Maurício Paludete perdeu controle sob chuva ainda na reta principal, também morrendo em decorrência do impacto com a barreira de proteção. O incidente foi em abril, apenas um mês antes do mais recente – Danilo Berto.

Confira o comunicado:

Diante do pacote de ações que visam aprimorar a segurança no SuperBike Brasil, apresentado pela organização do campeonato, a Honda anuncia a retomada do patrocínio ao evento e da participação da marca na classe SuperBike Pro, por meio de sua equipe oficial, e nas categorias de incentivo Honda Júnior Cup e Copa CBR 500R. A quarta etapa da competição será realizada neste fim de semana (13 e 14 de julho), no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO). 
 
A Honda é a principal patrocinadora do motociclismo nacional há mais de 40 anos. Dentro desse princípio, a Honda entende que as organizadoras das competições devem prover a infraestrutura necessária para garantir a segurança dos participantes. A Honda seguirá acompanhando atentamente todas as ações que foram adotadas pelos organizadores do Superbike Brasil.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.