Três funcionários da Honda do Mundial de Motocross são intoxicados por monóxido de carbono dormindo em motorhome

Durante a manhã de quinta-feira, três funcionários da HRC no Mundial de Motocross foram hospitalizados por intoxicação por monóxido de carbono. O caso aconteceu quando eles dormiam no motorhome. Não há prognósticos confiáveis sobre o estado de saúde deles, segundo a equipe

Três funcionários da área de hospitalidade da Honda no Mundial de Motocross foram hospitalizados na quinta-feira (28) por intoxicação com monóxido de carbono. Isso aconteceu enquanto eles dormiam dentro do motorhome da equipe às vésperas do GP da França.
 
Os funcionários foram encaminhados a três hospitais diferentes, em Lyon e Estrasburgo, na França, e em Geneva, na Suíça, “para dar o melhor acesso a câmaras hiperbáricas para tratamento com oxigênio”.
Funcionários da Honda foram intoxicados por monóxido de carbono (Foto: Honda)
A situação atualizada dos funcionários, ao meio-dia desta sexta (horário local), é de que os três continuam recebendo tratamento e estão sob observação constante dos médicos. Os médicos ainda não possuem “previsões confiáveis”, informou a Honda.
 
De acordo com a equipe, é comum que os funcionários durmam nos motorhomes nas etapas. “Uma investigação está sendo conduzida para descobrir a fonte do monóxido de carbono, e as autoridades estão com a posse do motorhome para conduzir mais testes e avaliações”, diz a nota divulgada pela HRC.
 
O GP da França acontece em Villar-sous-Écot, nos Alpes, próximo à fronteira com a Suíça. A participação da Honda na etapa segue confirmada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube