26 anos após último GP, diretora fala em levar MotoGP de volta a Spa-Francorchamps a partir da temporada 2020

Diretora de Spa-Francorchamps, Nathalie Maillet revelou o desejo de levar o Mundial de Motovelocidade de volta ao traçado belga. Ideia inicial é voltar a receber a MotoGP a partir de 2020

 

Depois de Hungaroring, agora é Spa-Francorchamps que entra na lista de pistas interessadas em receber a MotoGP. Diretora do circuito, Nathalie Maillet revelou conversas preliminares para atrair o Mundial de Motovelocidade ao circuito da Bélgica.

 
Falando à publicação belga ‘DH.be’, Maillet revelou que já conversou com a Dorna, a promotora do campeonato, sobra a possibilidade de Spa-Francorchamps voltar ao calendário. O traçado recebeu o GP da Bélgica entre 1949 e 1990.
Spa-Francorchamps é um dos mais tradicionais circuitos da F1 (Foto: Williams/Twitter)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Eu quero trazer alguns grandes eventos, como a MotoGP”, contou Maillet. “Eu recentemente passei um dia em Madri para conversar com os organizadores da MotoGP”, seguiu.
 
“Bradley Smith guiou uma moto de 500cc no verão passado em Spa”, lembrou, se referindo a participação do britânico em um evento de motos clássicas. 
 
A dirigente explicou que precisa estudar as necessidades das motos e também o impacto econômico da corrida e deixou claro que, se o GP da Bélgica voltar ao calendário, não será antes de 2020.
 
“Vou estudar as amenidades necessárias para receber as motos de volta — organizar tanto F1 como MotoGP — mais profundamente neste ano”, avisou. “Em especial, o nível de rentabilidade e retorno econômico para a região”, frisou.
 
“Não seria antes de 2020. Estou pensando em longo prazo”, frisou.
 
O belga Didier De Radigues, que venceu a etapa das 250cc em Spa-Francorchamps em 1990, celebrou o interesse no Mundial e destacou que o traçado é um dos que mais dá prazer a bordo de uma motocicleta.
 
“Se o projeto foi bem sucedido, seria simplesmente fantástico! O layout de Spa contrasta com outros circuitos higienizados de hoje, que são na maioria criados pelos mesmos designers”, apontou. “Para um piloto de moto, Spa é um dos circuitos que mais dá prazer. Rapidamente seria um lugar especial no calendário e se tornaria tão mítico quanto é para a F1”, apostou.
 
“Na reta que segue a Raidillon, os pilotos provavelmente atingiriam uma velocidade máxima perto de 350 km/h, como em Mugello ou Sepang, por exemplo, mas são as longas e rápidas curvas que fariam Spa tão especial”, considerou De Radigues. 
 
Mesmo animado com a possibilidade de ver Spa de volta ao calendário, o ex-piloto manteve os pés no chão: “2020 me parece muito otimista”.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube